20 de maio de 2014

Julgamento de recurso de Jardel é adiado

Escrito por: Jornal O popular

Foto: O popular

Foto Julgamento
“Pedido de vista do juiz Fábio Cristóvão de Campos Faria, adiou mais uma vez o julgamento”

O julgamento do recurso eleitoral da decisão que afastou o prefeito de Catalão, Jardel Sebba (PSDB), e seu vice, Rodrigo Alves Carvello (SDD), foi adiado ontem após pedido de vista do juiz Fábio Cristóvão de Campos Faria. O relator, juiz Leão Aparecido Alves, deu provimento ao recurso dos dois, punidos em dezembro por uso indevido dos meios de comunicação às vésperas do pleito.

A decisão de cassar Jardel e Rodrigo foi tomada pelo juiz Everton Pereira Santos,  na 8ª Zona Eleitoral de Catalão, em dezembro de 2013. Segundo ele, no dia da eleição, a rádio Sucesso FM, de propriedade de Anna Abigail Sebba, esposa do tucano, teria feito cobertura jornalística das eleições com intenção de promover o então candidato Jardel Sebba. A ação foi proposta pela coligação Catalão, Minha Cidade, Minha Vida, do candidato Adib Elias (PMDB), segundo colocado nas eleições de 2012. Jardel e Rodrigo foram cassados e declarados inelegíveis por oito anos a contar a partir da data das eleições, mas recorreram da decisão.

Durante a cobertura eleitoral, foram entrevistados o governador Marconi Perillo (PSDB) e o secretário de Ciência e Tecnologia, Mauro Fayad, que teriam sugerido que uma possível vitória de Jardel seria favorável a parcerias com o governo do Estado. Segundo a decisão do juiz Everton Pereira dos Santos, o uso do meio de comunicação seria inconstitucional.