anuncie

15 de janeiro de 2016

ELEIÇÕES 2016: TSE reduz o limite de gastos dos candidatos

Escrito por: Jarbas Rodrigues/Jornal O Popular 

Foto: B.B

20160113---FACEBOOK----Eleições-2016

Com as empresas proibidas de doar recursos para campanhas a partir deste ano, o TSE reduziu o limite de gastos para candidaturas de prefeito e vereadores. O teto fixado corresponde a 70% da maior despesa declarada no primeiro turno da campanha de 2012. Para o segundo turno, cai para 30% do maior gasto realizado na campanha anterior. Para o primeiro turno da campanha deste ano de Goiânia, o teto para os gastos é de R$ 4,248 milhões por candidato a prefeito, que dá R$ 5,00 por eleitor. Em Aparecida é de R$ 3,579 milhões, R$ 13,00 por eleitor. Já em Anápolis o teto é de R$ 434,2 mil, ou R$ 1,80 por eleitor. Outros municípios goianos, com menor número de eleitores, terão maior. Em Formosa cada candidato poderá gastar R$ 1,738 milhão (R$ 26,90 por eleitor); em Cristalina, R$ 1,471 milhão (R$ 49,15 por eleitor); e em Itumbiara, R$ 1,297 milhão (R$ 18,40 por eleitor). Estes valores ainda serão atualizados pelo TSE em julho, mas provavelmente apenas pela correção inflacionária do primeiro semestre deste ano.