10 de março de 2020

NÚMERO DE CASOS SUSPEITOS DO NOVO CORONAVÍRUS EM GOIÁS SOBE PARA 14; PRIMEIRA SUSPEITA DE INFCÇÃO EM CRIANÇA ESTÁ EM GOIANÉSIA

Foto: Reprodução

O Ministério da Saúde atualizou para 14 o número de casos suspeitos de infecção pelo novo coronavírus em Goiás. O dado representa um aumento de 10 casos em relação ao último balanço, divulgado na sexta-feira (6). Na ocasião, eram quatro suspeitas e 12 descartados.

O número de casos descartados até esta segunda-feira (9), conforme o Ministério da Saúde, é de 14.

De sábado (6) até hoje, as secretarias municipais de Saúde das cidades de Anápolis (2), Silvânia e Goianésia confirmaram casos suspeitos no estado.

NÚMEROS DO BRASIL

Os dados do Ministério da Saúde apontam que ainda são 25 casos confirmados, mesmo número de domingo (8). Os casos suspeitos, porém, saltaram de 663 para 930. São 685 casos descartados no país desde o início do monitoramento.

Entre os 25 confirmados, quatro pacientes estão hospitalizados. O ministério apontou que três pacientes têm hipertensão, um tem diabetes e um, doença pulmonar.

 

CRIANÇA TEM PRIMEIRO CASO SUSPEITO DE INFECÇÃO POR CORONAVÍRUS EM GOIANÉSIA

Uma criança de idade não divulgada é o primeiro caso suspeito de coronavírus registrado em Goianésia. A informação foi confirmada pela Secretaria Municipal de Saúde da cidade e pelo prefeito Renato Castro. A criança está em isolamento domiciliar.

O menor esteve recentemente nos Estados Unidos, em Orlando, e fez uma conexão em Miami. Ele retornou a Goianésia no dia 25 de fevereiro. Nesta segunda-feira (9), foi ao hospital apresentando sintomas como coriza, febre, dificuldade para respirar, entre outros.

Os médicos coletaram amostras e enviaram ao Laboratório Central de Goiás (Lacen-GO), em Goiânia. O prazo para que o resultado saía é de 72 horas.

A criança com suspeita de infecção estuda na Escola Luiz César de Siqueira Melo, que já foi notificada do caso pela secretaria. Segundo a pasta, outras três crianças na sala começaram a apresentar sintomas típicos de resfriado. Caso o resultado da primeira criança dê positivo para coronavírus, as outras serão submetidas a testes.

Este é o quarto caso suspeito notificado em Goiás nos últimos três dias. Existem dois em Anápolis e outro em Silvânia.

 

Escrito por: Redação/Diário de Goiás