1 de setembro de 2015

Impunidade...

Escrito por: Badiinho Filho

Fotos: Arquivo/B.B

A quatro meses de completar dois anos de um crime impune 

Iasmim
“Crime da pequena Iasmim Martins completará dois anos em dezembro”

Faltando apenas quatro meses para completar dois anos da morte brutal e covarde da pequena Iasmim Martins de Souza, na época com apenas 08 anos de idade, encontrada morta dentro de uma construção no Jardim Paineiras, depois de ter sido abusada sexualmente e em seguida assassinada com requintes de crueldade, até hoje não se teve uma resposta de quem cometeu a atrocidade.

No dia 11 de dezembro de 2013, o pedreiro Dionecésar César da Costa de 38 anos de idade, foi preso por ter outro mandado de prisão expedido contra ele, mas se tornou o principal foco das investigações se tornando o principal suspeito do crime. No mês de janeiro de 2014, um exame de DNA confirmou a inocência do pedreiro.

O caso ainda não foi concluído e até hoje, o verdadeiro autor da covardia segue solto pelas ruas de algum lugar, oferecendo riscos a outras crianças.

1 ano e cinco meses de impunidade

Geovane-2
“Professor Geovane Sousa Costa foi encontrado morto em sua casa na madrugada do dia 22 de abril de 2014″

Outro crime covarde e brutal que aconteceu na cidade de Catalão, aconteceu no dia 22 de abril do ano passado, sendo o assassinato do Professor Geovane Souza Costa de 47 anos de idade, o qual seu corpo foi encontrado em sua residência, na Rua Posse, no Bairro Nossa Senhora de Fátima, que após ter sido morto, sua casa foi incendiada pelo autor e o seu corpo ficou praticamente todo carbonizado.

O crime que que irá completar um ano e cinco meses, ainda não teve o seu desfecho final. Amigos e familiares ainda esperam por justiça.