21 de junho de 2013

Esporte: Nunca um prefeito deu tanto dinheiro para o Crac como este ano, diz Jardel Sebba

Time catalano já recebeu, este ano, R$ 1.550.000,00 da prefeitura, que aguarda autorização da Câmara para repassar mais R$ 300 mil.

Jardel SebbaAutorização de R$ 300 mil para o time do Crac foi enviada a Câmara esta semana 

O prefeito de Catalão, Jardel Sebba (PSDB), enviou à Câmara Municipal, esta semana, pedido de autorização para transferir R$ 300 mil para o time do Crac. Os vereadores deliberaram sobre a solicitação e devem votar a autorização na sessão da próxima terça-feira. Caso seja aprovado, serão R$ 1.550.000,00 repassados pela prefeitura ao clube catalano em 2013. O presidente do CRAC, José Silvano Sousa, no entanto, pressiona a prefeitura por mais recursos. Silvano procurou a imprensa para informar que dispensará jogadores, caso a prefeitura não patrocine o clube.

Em entrevista ao Jornal Anhanguera nesta quarta-feira, 19, Jardel Sebba afirmou que a administração municipal não poderia dar mais do que já deu. “Nunca na história do Crac um prefeito deu tanto dinheiro como desta vez. A prefeitura não pode bancar o Crac, tirar dinheiro da Educação, da Saúde, e dar para o time. Vou ajudar o Crac, bancar jamais”, explicou Jardel.  À Rádio Liberdade, o prefeito foi ainda mais incisivo: “Não vou sangrar a prefeitura. Respeito o presidente José Silvano, mas o problema do Crac é de gestão. Gastam e depois vem apresentar a fatura para a prefeitura. Porque não fizeram planejamento? Como sobreviveram ano passado com um valor menor que este? Fui eleito para ser prefeito de Catalão e não para bancar o Crac”, desabafou o prefeito.

Jardel afirmou que tem procurado empresas instaladas na cidade para ajudarem o time. Em encontros recentes com a direção da Mitsubishi e Anglo American, Jardel Sebba pediu que participassem mais ativamente da vida da cidade, inclusive patrocinando o time, que é considerado um patrimônio de Catalão. “Assim como os catalanos, tenho carinho pelo Crac, mas não posso ser responsável por todas as despesas do time”.

Radialistas afirmam: Novas contratações contestam tese de crise financeira

O programa Liberdade Esportes, da Rádio Liberdade de Catalão, discutiu nesta terça-feira, 18, a contratação do novo técnico Marcelo Rocha e de dois reforços: zagueiro Joilson, do Criciúma, e o volante Didi, contratado junto ao Palmeiras. Para o radialista Batista Inácio, é estranho o presidente José Silvano falar em crise, se acaba de anunciar dois reforços e o novo técnico. “O Crac sofre por falta de planejamento”, sentenciou.

Batista Inácio perguntou a Jardel Sebba sobre a procedência de uma notícia segundo a qual o Grupo Friboi (de propriedade de Junior Batista Friboi) e a Mico’s, de Vanderlan Cardoso, estavam dispostos a investir no Crac. “Apesar de adversário político, respeito e tenho bom relacionamento com o Junior Friboi e terei o maior prazer em acompanhar a diretoria do Crac a uma visita aos empresários para avalizar um pedido de patrocínio”, afirmou Jardel. 

Texto: Assessoria Sudeste

Foto: Badiinho Filho