Blog do Badiinho

Pular para o conteúdo

Catalão: homem de 34 anos é o principal suspeito de matar mulher a facadas no último fim de semana


Mara Rúbia dos Santos Leite, 51 anos de idade, foi esfaqueada em uma estrada de terra próximo ao bairro Ipanema, ela chegou a ser encaminhada ao Pronto Socorro da Santa Casa de Catalão ainda com vida, mas morreu logo após dar entrada na unidade. (Foto: TV Sucesso Catalão/Reprodução).

Um homem de 34 anos de idade foi detido pelas autoridades policiais de Catalão na tarde da última segunda-feira (09), suspeito de participação na morte de Mara Rúbia dos Santos Leite, 51 anos de idade, morta a golpes de faca em uma estrada de terra, próximo ao bairro Ipanema, na madrugada do último sábado (07).

Segundo reportagem do Balanço Geral exibida nesta terça-feira (10), o principal suspeito é conhecido da família e teria assistido ao jogo do Brasil junto com a vítima.

No depoimento prestado para a Polícia Civil, o principal suspeito teria confirmado que levou Mara Rúbia até o local do crime, mas negou que teria participado do assassinato da mulher. Vejam o que disse a delegada responsável pela Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher de Catalão (DEAM), Alessandra Maria de Castro Teixeira:

Delegada titular da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher da cidade de Catalão (DEAM), Alessandra Maria de Castro Teixeira. (Foto: TV Sucesso Catalão/Reprodução).

“O rapaz que foi apresentado contou sua versão, dizendo que ele foi até ao bar no bairro Pio Gomes, neste local ele encontrou-se com a Mara Rúbia (vítima), conversou com ela por alguns minutos, e ela teria pedido uma carona para o suspeito, pedindo que a levasse em algum lugar da cidade, onde ela teria indo encontrar-se com outras pessoas. Ele (suspeito) levou a Mara neste local que seria próximo as três represas do Monsenhor Sousa, lá entraram mais dois rapazes no carro e dirigiram-se para o setor Ipanema, onde esses dois rapasses desceram do veículo, puxaram a Mara Rúbia para fora e a executaram.  Essa foi a versão apresentada pelo suspeito, o qual, disse que ele não sabia que os caras iriam executá-la”, declarou a delegada Alessandra Maria de Castro Teixeira, titular da delegacia da mulher de Catalão.

A delegada disse também que está investigado o caso, e que o suspeito apresentando possa sim ter participação no crime, pois ele estava no carro dele, afirmando ela que as perícias estão sendo feitas para comprovar as circunstâncias exatas do crime.

A Polícia Civil que tenta descobrir além da motivação, também investiga se existe a possibilidade de participação de outras pessoas como apontou o suspeito, ou se foi apenas uma invenção dele, mas que se comprovada e identificada, essas pessoas também serão presas e responderão pelo crime de homicídio qualificado. “A gente vai apurar, todas as informações que ele (suspeito) nos passou serão apuradas, existem outros meios de sabermos se o que ele está falando é verdade ou não, e assim que tivermos outras provas que identifique o envolvimento de mais pessoas, elas serão notificadas, se não, ele irá responder sozinho”, finaliza a delegada a sua entrevista a equipe de TV.

Escrito por: Badiinho Filho

Fotos: Reprodução 

Compartilhar com amigos