13 de setembro de 2021

Vacinado com duas doses, ex-prefeito de Catalão, Aguinaldo Mesquita, morre aos 72 anos, de covid-19

O médico e ex-prefeito de Catalão, doutor Aguinaldo Gonçalves Mesquita, morreu por complicações da covid-19 na noite desta segunda-feira (13). Aguinaldo tinha 72 anos e estava internado na UTI do Hospital Órion Albert Einstein, em Goiânia. A informação foi confirmada pela assessoria de comunicação do Santa Casa.

Por ser médico e ter mais de 70 anos, Aguinaldo foi um dos primeiros a receber a vacina contra o coronavírus. Mesmo tendo tomado já as duas doses e completado o tempo de imunização, ele evoluiu para um quadro grave da doença e ficou 48 dias internado.

Nascido em 29 de outubro de 1948, o doutor era ginecologista e assumiu a provedoria da Santa Casa de Misericórdia de Catalão em junho de 2017. Dr. Aguinaldo Mesquita era casado com a ex-prefeita Maria Ângela Mesquita. Ele deixa a esposa, dois filhos e três netos.

Veja também:

– Entenda por que dr. Agnaldo morreu de covid-19 mesmo vacinado com duas doses

Vida profissional e estudantil

Formou-se em 1975 pela Escola de Medicina do Rio de Janeiro. Atendeu pela primeira vez na Santa Casa de Misericórdia de Catalão no dia 19 de novembro de 1976, onde realizou quase 12.000 partos. O médico também fez parte da direção clínica da entidade nas gestões de Dr. César Ferreira, Adailson Paiva e do Professor João Martins.

Vida política

Aguinaldo Mesquita foi prefeito de Catalão de 1989 a 1992. Foi “primeiro-damo” – como gostava de falar e se orgulhava – de 1998 a 2000. Foi também assessor especial do governador Marconi Perillo durante o primeiro mandato, gerente da Macro Regional de Saúde no governo Alcides Rodrigues e candidato a deputado federal em 2006.

Em 2008, o médico se candidatou como vice-prefeito em chapa com Jardel Sebba, pelo Partido Progressista (PP), na coligação “Catalão Muito Melhor”, mas desta vez não venceu as eleições.

A última participação política foi em 2010, quando concorreu a uma cadeira na Assembleia Legislativa com o cargo de deputado federal, na coligação “Goiás No Rumo Certo 2”, mas não venceu a eleição e ficou apenas suplente, 11.840 votos no primeiro turno.

Até à publicação desta matéria, o Blog do Badiinho ainda não recebeu  as informações sobre as homenagens ao Dr. Aguinaldo Mesquita.