4 de agosto de 2016

Serra do Facão através da gerência sociocultural de Furnas trará a Catalão, em parceria com o CEU das Artes, renomado artista plástico para oficina de grafite

Escrito por: Redação 

Foto: Reprodução

fc39e870-bf4e-4c6a-a9cb-dbcd3c1608af

Formado pela Escola de Belas Artes do Rio de Janeiro, Chacal é professor, pesquisador, artista transdisciplinar e ativista. Como professor, tem experiência no Ensino de Artes também para pessoas com deficiências visuais. Visitou comunidades indígenas as quais deram origem a um documentário chamado “A Saúde Que Se Faz Na Aldeia”. Atualmente, desenvolve pesquisa nas áreas tecnológicas de automação, programação e arte interativa.

Desenhista contumaz na infância, aos 15 anos grafitou sua primeira parede e desde então não parou mais. Decorou ambientes privados como lan houses e salas-de-estar; espaços públicos como a via subterrânea Mergulhão (RJ) e o viaduto do Bordello (BH). No Rio de Janeiro, participou de diversos projetos de instituições de ensino como na UERJ, UFRJ, no SESC e Colégio Pedro II; na Fundição Progresso e Circo Voador, que funcionam como centros culturais e com projetos sociais em comunidades carentes.  A linguagem do grafite como arte urbana é oportunidade para despertar nos jovens outras formas de interação com a cidade, além de ser ferramenta de inclusão social para prevenção às drogas e à violência.

O artista Caio Chacal estará em Catalão nos próximos dias 5 e 6 de agosto para realizar a oficina de grafite no CEU das Artes, localizado no bairro Parque Imperial.

O Objetivo da oficina “O grafite como ferramenta de transformação social” é capacitar 20 pessoas entre jovens e adultos que tenham intenção de conhecer um pouco mais sobre a arte e replicá-la em suas comunidades, escola, etc.

A oficina iniciará às 8h e o término está previsto para as 17h. Serão realizadas aulas práticas e teóricas. Os alunos aprenderão técnicas de grafitagem, noções de desenho artístico, tags (assinaturas), utilização de sprays.