5 de julho de 2022

SAÚDE DE CATALÃO CONTINUA VACINANDO CRIANÇAS E ADOLESCENTES CONTRA COVID NESTA TERÇA-FEIRA: PESSOAS COM 40 ANOS OU MAIS E IMUNOSSUPRIMIDOS RECEBEM 4ª DOSE

Foto: Reprodução

Covid-19: saúde convoca crianças de 5 a 11 anos para receberem a vacina pediátrica

A aplicação será tanto para primeira quanto para segunda dose.

Catalão segue com o Plano Nacional da Vacinação contra a Covid-19 para crianças. Hoje, terça-feira (05), a primeira dose da vacina pediátrica continuará liberada para todas as crianças que tenham entre 5 e 11 anos de idade. E também será aplicada a segunda dose nas crianças que receberam a primeira dose da Pfizer, entre os dias 17 de janeiro a 12 de maio.

-Ambas aplicações estão sendo realizadas no Centro Integrado da Mulher (CIM), das 09h às 14h.

 

Documentos obrigatórios

A criança deverá estar munida de documento com foto ou certidão de nascimento, CPF (se já for inscrita), cartão do SUS e cartão de vacina. Todos originais e cópias.

Imagem: SMS – Ascom/Prefeitura de Catalão

Covid-19: saúde convoca crianças de 6 a 11 anos para receberem a segunda dose da coronavac

O intervalo entre doses da vacina CoronaVac é de 28 dias.

Hoje, terça-feira (05), a Secretaria Municipal de Saúde fará a aplicação da segunda dose pediátrica em crianças de 6 a 11 anos que receberam a primeira dose da CoronaVac entre os dias 26 de janeiro a 6 de junho.

A aplicação do imunizante acontecerá em um único ponto de atendimento. Mas atenção: a criança deve estar acompanhada dos pais ou representante legal.

-Centro Integrado da Mulher (CIM);

-Das 09 horas às 16 horas e 30 minutos.


Documentos obrigatórios

A criança deverá estar munida de documento com foto ou certidão de nascimento, CPF (se já for inscrita), cartão do SUS e cartão de vacina. Todos originais e cópias.

 

Intervalos diferentes

O Núcleo de Vigilância Epidemiológica (NVE) alerta que o intervalo de 28 dias vale apenas para a Coronavac. As crianças que tomaram doses da Pfizer (de 5 anos a 11 anos, 11 meses e 29 dias e as crianças com comorbidades) devem aguardar pelo intervalo de 56 dias (oito semanas), para completar o esquema vacinal. A vacinação infantil contra a covid-19 teve início em Catalão, no dia 17 de janeiro.

Imagem: SMS – Ascom/Prefeitura de Catalão

Saúde convoca pessoas de 12 anos ou mais para receberem a terceira dose

A Prefeitura de Catalão, por meio da Secretaria Municipal de Saúde/Núcleo de Vigilância Epidemiológica, convoca população de 12 anos ou mais que receberam segunda dose da vacina contra a Covid-19, até o dia 05 de março, para aplicação da terceira dose.

A imunização acontece hoje, terça-feira (05), das 09 horas às 16 horas e 30 minutos em um único ponto de atendimento:

-Centro Integrado da Mulher (CIM).

 

 Documentos

É necessário levar documento com foto, CPF, cartão do SUS e cartão de vacina (comprovando a segunda dose). Todos originais e cópias.

Imagem: SMS – Ascom/Prefeitura de Catalão

Covid-19: saúde convoca pessoas de 40 anos ou mais, profissionais de saúde e imunossuprimidos para receberem a 4ª dose

A Prefeitura de Catalão, por meio da Secretaria Municipal de Saúde/Núcleo de Vigilância Epidemiológica, convoca exclusivamente pessoas de 40 anos ou mais, profissionais de saúde e pessoas com alto grau de imunossupressão de 18 anos ou mais, que já completaram quatro meses de intervalo da terceira dose – 05/03 – para aplicação da dose reforço (quarta dose).

A imunização acontece hoje, terça-feira (05), das 09 horas às 16 horas e 30 minutos em um único ponto de atendimento:

-Centro Integrado da Mulher (CIM) – ao lado do Hospital Materno Infantil.

Veja as pessoas imunossuprimidas que poderão receber a dose extra:

-com imunodeficiência primária grave;

-em quimioterapia (câncer);

-transplantados de órgão sólido ou de células tronco hematopoiéticas (TCTH) em uso de drogas imunossupressores;

-portadores de HIV/ Aids;

-em uso de corticoide em doses ≥ ou igual a 20 mg/dia de prednisona, ou equivalente, por mais de 14 dias;

-em uso de drogas modificadores da resposta imune;

-com doenças auto inflamatórias, doenças intestinais inflamatórias;

-pacientes em hemodiálise;

-pessoas com doenças imunomediadas inflamatórias crônicas.

 

Documentos obrigatórios

É necessário levar documento com foto, CPF, cartão de vacina comprovando a terceira dose, cartão do SUS e relatório médico comprovando a comorbidade. Todos originais e cópias.

 

Pessoas “imunossuprimidas”

Indivíduos que têm o sistema imunológico comprometido por alguma doença congênita ou pelo uso de medicamentos.

 

Sobre imunossupressão

O sistema imunológico é composto de células, tecidos e órgãos que ajudam o corpo a evitar infecções. A imunossupressão é o estado em que o sistema imunológico não está funcionando tão bem quanto deveria. Sem um sistema imunológico intacto, as infecções que o corpo poderia ser capaz de controlar sozinho podem se tornar graves e até fatais.

A supressão pode ser o resultado de uma doença que atinge o sistema de defesa do corpo, tal como a Síndrome da Imunodeficiência Humana (Aids), causada pelo vírus de imunodeficiência humana (HIV), ou em consequência dos agentes farmacêuticos usados para lutar contra determinadas circunstâncias, como o câncer.

Em alguns casos, a imunossupressão pode ser deliberadamente induzida. Essa indução pode ser necessária para intervenções terapêuticas, tais como o transplante de tecidos e órgãos, para reduzir o risco de rejeição.

 

Recomendação do Ministério da Saúde

De acordo com o Ministério da Saúde, a decisão de recomendar uma segunda dose de reforço (quarta dose) para pessoas imunossuprimidas foi motivada pelas novas evidências científicas que apontam uma tendência à redução da efetividade das vacinas contra a covid-19 com o passar do tempo.

Essa segunda dose de reforço amplifica a resposta imunológica, oferecendo maior proteção, especialmente para a população imunossuprimida, que pode já não apresentar uma resposta vacinal adequada.

Até então, o Ministério da Saúde só recomendava a quarta dose para pessoas com 60 anos ou mais, além de pessoas com alto grau de imunossupressão. Entretanto com o aumento dos casos de Covid-19 no Brasil, o Ministério optou por ampliar a aplicação do reforço para pessoas com 40 anos ou mais.

Imagem: SMS – Ascom/Prefeitura de Catalão

 

Publicado por: Badiinho Moisés/Informações da Ascom/Prefeitura de Catalão