anuncie

5 de fevereiro de 2016

POLÍTICA: Superintendente de Gestão e Planejamento de Goiás, Júlio Paschoal, faz duras críticas à gestão de Jardel Sebba

Escrito por: Badiinho Filho

Fotos Reprodução

033
“Superintendente de Gestão e Planejamento do Governo de Goiás, Júlio Paschoal”

O Superintendente de Gestão e Planejamento do Governo de Goiás, o Catalano Júlio Paschoal, que é filho do ex-deputado Ênio Paschoal e sobrinho de Silvio Paschoal, ex-prefeito de Catalão, não poupou críticas a atual gestão do tucano Jardel Sebba em Catalão. Aliado do governador Marconi, Júlio Paschoal disputou a eleição para deputado estadual no ano de 2006 pelo extinto Partido Liberal (PL).

Júlio, fez duras críticas a política feita com imposição, perseguição e com abuso de poder econômico, em um comentário ao ser marcado em sua página pessoal no Facebook. No mesmo comentário, o qual pode se dizer um artigo que resumiu em poucas linhas a real situação do cenário político da nossa cidade, o superintendente também falou da forte influência que o atual prefeito Jardel Sebba (PSDB) tem com o governador Marconi Perillo, mas que não tem usado o seu prestígio para beneficiar a cidade de Catalão, citando exemplos de desprestígio, como a perda da regional da Saneago para Ouvidor, a regional da Celg para Morrinhos, dentre outros.

 

Leiam o comentário na íntegra:

Os políticos sejam eles de quaisquer partidos devem entender que liderança se conquista, não se compra e nem se deve impor.

Política não se com perseguição e sim pelo convencimento. Catalão, infelizmente não avançou politicamente, aí de um lado ou de outro funciona na base da pressão. Por essa razão, vem perdendo força administrativa, apesar do prefeito ser muito ligado ao Governador. Ninguém em Catalão e na região da Estrada de Ferro têm mais prestígio com o Governador Marconi Perillo do que o Jardel.

No entanto ele não têm usado esse prestígio para o fortalecimento de Catalão. Vou dar três exemplos simples: Perdemos a regional da Saneago, para Ouvidor, perdemos a regional da CELG, para Morrinhos. Os distritos industriais de Anápolis, Aparecida de Goiânia, são normalmente expandidos com parceira do Governo do Estado, com as prefeituras. O de Catalão, nunca se expandiu é o mesmo construído quando meu pai Enio Pascoal, era deputado estadual e o meu tio Sílvio Paschoal, era prefeito, além de outras lideranças expressivas na época como: Divano Elias, Dr. Lamartine P. Avelar, dr. Tarcis Campos etc. Enfim Catalão, embora tenha o Prefeito, do meu partido o PSDB, deputado estadual líder do Governo e um deputado estadual de oposição, têm ao longo dos anos perdido força política e principalmente administrativa. Daí lançar mão desse tipo de situação, para evitar críticas. Pensem nisso.

Comentário Júlio Paschoal