11 de março de 2022

PERITA CRIMINAL SOFRE ATENTADO E LEVA TIRO NO PEITO, EM CALDAS NOVAS

Foto: redes sociais/ reprodução

A perita criminal e diretora da Polícia Técnico-Científica (PTC) de Caldas Novas, Kathia Mendes, deu entrevista sobre o crime cometido contra ela na noite de quinta-feira (10/10). De acordo com a profissional, esta foi a primeira vez que foi vítima de um crime dessa proporção em 17 anos de carreira na Polícia. Ela já passou por cirurgia e não corre risco de morte.

Por conta da medicação, ela afirma que não se recorda de detalhes do ocorrido. “Foi tudo muito rápido, ainda estou tentando entender o que aconteceu. Tomei muitos remédios e não me recordo dos detalhes”, disse ao Mais Goiás.

A profissional ressaltou que não sofreu ameaças nos últimos dias e acredita que pode ter sido vítima de tentativa de assalto. “Foi a primeira vez que algo assim ocorreu comigo em 17 anos de Polícia”, comentou.

Káthia Mendes Magalhães, foi baleada no peito em Caldas Novas. Caso ocorreu na noite desta quinta-feira (10/03). Ela dirigia seu carro no momento em que foi atingida, segundo a Superintendência da PTC (SPTC).

Bombeiros foram acionados para prestar os primeiros socorros e encaminharam a Káthia consciente. Polícias Civil e Militar atuam para identificar e localizar os suspeitos.

A Polícia Técnico-Científica (PTC) diz que nenhuma hipótese foi descartada e todas as linhas de investigação serão apuradas, inclusive a de um possível atentado.

Káthia foi a responsável pela perícia do caso do toboágua do clube DiRoma. Menino Davi Miranda, 8, morreu ao despencar de 14 metros de brinquedo desativado.

Na época, investigação da PTC determinou que o brinquedo em manutenção não estava sinalizado, de forma a refutar discurso do Clube DiRoma.

 

Publicado por: Badiinho Moisés