29 de dezembro de 2021

Jovens confessam que mataram dono de cartório em troca de 5 mil reais, em Rubiataba

O dono de um cartório de Rubiataba, a 203 quilômetros de Goiânia, foi encontrado morto na madrugada desta quarta-feira (29). A Polícia Militar (PM) prendeu dois suspeitos de participação no homicídio.

Luiz Fernando Alves Chaves foi sequestrado na própria casa no início da noite de terça-feira (28). O corpo dele foi encontrado horas depois, com várias perfurações provenientes de arma de fogo, em um canavial na zona rural do município.

A camionete de Luiz, modelo Hillux, foi encontrada a 47 quilômetros de Rubiataba, na entrada da cidade de Uruana. Câmeras de segurança de um comércio registraram o momento em que o veículo era seguido por uma equipe da Polícia Militar, que prendeu dois suspeitos do crime.

A Polícia Civil acredita que alguma pessoa do círculo familiar do cartorário Luiz Fernando Chaves, de 50 anos, teria encomendado o assassinado dele.

“Pelo que já apuramos até agora, os dois executores, que confessaram receberiam R$ 5 mil, além da camionete, pelo crime, usaram o controle do portão da casa da vítima para entrar, o que nos leva a acreditar que alguém da família de Luiz Fernando Chaves tenha encomendado o crime”, descreveu o delegado Marcos Adorno, de Rubiataba.

Os dois presos, que tem 21 anos, e 23 anos, segundo o delegado, já possuem antecedentes criminais, e seriam moradores de Pirenópolis. Os nomes deles, que foram autuados em flagrante, não foram divulgados.

Além da camionete, a polícia recuperou alguns pertences roubados na casa do cartorário, que era casado. No momento em que Fernando foi sequestrado, a esposa dele, e dois filhos, estavam na igreja.

Publicado por: Badiinho Moisés com informações do Mais Goiás