15 de março de 2020

2º CASO SUSPEITO DE INFECÇÃO DO CORONAVÍRUS EM CATALÃO, FOI NOTIFICADO NESTE DOMINGO (15); RAPAZ DE 22 ANOS RECEBEU PRIMEIRO ATENDIMENTO NA UPA

Rapaz de 22 anos de idade, com sintomas do covid-19, recebeu atendimento na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Catalão, na tarde deste domingo (15). Foto: Reprodução

A Secretaria Municipal de Saúde de Catalão, confirmou no final da tarde deste domingo (15), o registro do segundo caso suspeito do coronavírus em Catalão.

De acordo com informações apuradas pelo site, trata-se de um rapaz de 22 anos de idade, que recebeu atendimento médico na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), de Catalão, apresentava insuficiência respiratória. O Blog do Badiinho também apurou, que a direção da UPA comunicou as autoridades de saúde do Estado, que orientou que recolhessem o sangue e enviassem para o Laboratório Central de Saúde Pública (LACEN), em Goiânia, e fizessem a notificação como suspeito.

No início da noite, a Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Catalão, emitiu uma nota sobre o caso. Leia abaixo:


NOTA DA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE

A Secretaria Municipal de Saúde, informa que um caso de suspeita de coronavírus foi notificado na tarde de hoje (15), em Catalão.  Atendido primeiramente na UPA, o paciente foi encaminhado à área de isolamento daquela unidade e a ocorrência foi informada ao CIEVS, em Goiânia, que fez a notificação da suspeita e autorizou a sua transferência para a Santa Casa, onde foi internado.

O sangue coletado foi encaminhado ao LACEN, em Goiânia, quando se terá o diagnóstico.

Secretaria Municipal de Saúde.

PRIMEIRO CASO

Devido à grande repercussão entorno de aumento nos casos do coronavírus/covid-19, o Blog do Badiinho entrou em contato com o Secretário de Saúde do município de Catalão, Senhor Velomar Gonçalves Rios, que confirmou a existência de um caso suspeito na cidade. Trata-se de uma mulher de 28 anos de idade, que teria dado entrada na tarde desta sexta-feira (13), em um hospital particular de Catalão.

Velomar explicou ao blogueiro Badiinho, que qualquer pessoa que apresentar febre, tosse e dificuldade para respirar, será considerado como suspeito, e diante desses sintomas, será colhido o sangue e enviado ao Laboratório Central de Saúde Pública (LACEN), em Goiânia, que dará o resultado para negativo ou para positivo para a infecção do covid-19, como o caso da paciente de 28 anos de idade, internada em um hospital particular de Catalão. De acordo com o Secretário da Saúde, Velomar Rios, essas medidas, são os protocolos do Ministério da Saúde.

Badiinho Filho, diretor e redator do Blog do Badiinho, indagou o Secretário de Saúde, se alguma medida estava prevista para ser implementada em nossa cidade. Categoricamente, Velomar Rios respondeu, nenhuma atitude que justifique qualquer ação, foi apresentada até o momento.

O Secretário de Saúde ainda destacou, que a melhor ação contra o coronavírus, é as pessoas seguirem as devidas orientações das ações de precauções determinadas pelo Ministério da Saúde.

Com relação ao caso de suspeito na mulher, a previsão, segundo Velomar Rios, é que o resultado do exame saia na segunda-feira, 16 de março. 

COMO SE PROTEGER DO CORONAVÍRUS

-Lave as mãos com frequência, com água e sabão, ou higienize comálcool em gel 70%.

-Ao tossir ou espirrar, cubra o nariz e boca com lenço ou com o braço, e não com as mãos. 

-Se tiver doente, evite contato fisíco com outras pessoas e fique em casa até melhorar.

-Evite tocar os olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas. Ao tocar, lave sempre as mãos com água e sabão. 

-Não compartilhe objetos de uso de pessoal, como talheres, toalhas, pratos e copos. 

-Evite aglomerações e mantenha os ambientes ventilados. 

COMO O CORONAVÍRUS É TRANSMITIDO?

A transmissão acontece de uma pessoa doente para outra ou por contato próximo (cerca de 2 metros), por meio de: tosse, catarro, espirro, gotículas de saliva, toque ou aperto de mãos, objetos compartilhados. 


QUAIS SÃO OS PRINCIPAIS SINTOMAS? 

O coronavírus/Covid-19 é similar a uma gripe. Geralmente é uma doença leve a moderada, mas alguns casos podem ficar graves. Os sintomas mais comuns são: febre, tosse e difificuldade para respirar. 

Escrito por: Badiinho Filho