Entrevista

O secretário de Trabalho e Renda Rogério Ponciano. Visitou a redação do E+ Notícias e Classificados e do Blog do Badinho para uma entrevista exclusiva. O secretário, que é sindicalista e pela primeira vez num cargo público, tem como missão realizar cursos de qualificação profissional para os jovens de Catalão.

DSCF6689

Em quais condições você assumiu essa importante pasta e como ela está hoje?

Assumimos a Secretária do Trabalho e Renda com um pouco de dificuldade. A pasta estava completamente desgastada e sem nenhum arquivo guardado para que iniciássemos os trabalhos. Confesso que foi uma dificuldade imensa, mas tiramos isso de letra e hoje a secretaria já realiza normalmente o atendimento pelo Sistema Nacional de Emprego (Sine). Estamos captando vagas e fazendo o seguro desemprego. Não existe mais agendamento para dar entrada no seguro desemprego. Estamos regularizando tudo e, inclusive, já estamos fazendo alguns projetos. Um deles é o Pró-Jovem Trabalhador que foi protocolado junto ao Ministério do Trabalho. Devido à troca de ministros esses projetos estão demorando um pouco para desenrolar, mas creio que no final deste ano estaremos fazendo a capacitação desses jovens para o Pró Jovem Trabalhador. No programa se enquadram jovens de 18 a 29 anos, que não tenham carteira assinada. Os candidatos recebem uma bolsa no valor de R$ 100 mensais durante seis meses. Serão mil vagas em cursos diversificados em diversas áreas como, por exemplo, nas áreas de administração, extrativista, metal-mecânico, costura, telemarketing, turismo, hospitalidade e vestuário.

Como está a relação entre as empresas e a secretaria? 

Estamos realizando visitas às empresas, inclusive às multinacionais porque queremos saber dessas empresas quais as principais demandas de mão de obra. Por meio da parceria entre Governo do Estado e o município de Catalão, apresentaremos essas demandas para a Secretaria Estadual de Cidadania e Trabalho para que possamos qualificar nossos jovens e atender às carências destas empresas.

Você acredita que existem as vagas, porém falte qualificação profissional?

As vagas vão aparecer naturalmente. As empresas querem selecionar pessoas de Catalão para preencher estas vagas e enxergamos, do outro lado, que em Catalão falta mão de obra qualificada para preencher estes postos de trabalhos, principalmente dentro das de grande porte. Buscaremos cursos profissionalizantes para qualificarmos os profissionais, em especial o jovem, para que os catalanos sejam inseridos no mercado de trabalho e preencham as vagas oferecidas por essas empresas.

Existe em andamento ou pelo menos bem encaminhado algum projeto de qualificação profissional para o município de Catalão?

No inicio de fevereiro, ao tomarmos conhecimento de uma verba destinada à Secretária de Trabalho e Renda, através do Pró Jovem Trabalhador, protocolamos no Ministério do Trabalho um projeto para que Catalão se beneficie do programa. Serão ofertadas mil vagas para aqueles jovens que ainda não foram ainda inseridos no mercado de trabalho. Esse jovem ganhará uma bolsa, fará curso e terá uma chance maior de ingressar no mercado de trabalho. Cerca de 30% dos alunos que passam por essa qualificação saem encaminhados para o mercado de trabalho.

DSCF6687

E o Programa de Capacitação Profissional (PCP)?

O PCP é uma parceria que foi iniciada na gestão passada entre prefeitura e empresas. É um programa de grande valia e, como eu sempre digo, temos que valorizar o que é bom. Já estamos procurando as empresas para realização dos convênios e iniciarmos o PCP.

Comentários

Comentários



Patrocinadores
Curta nossa página