Polícia Civil prende suspeito de homicídio em Catalão. Acusado seria matador de aluguel

foto parati 2Foto: Veículo do acusado

Nesta manhã, 26, agentes da Delegacia de Polícia de Ipameri e da Unidade de Inteligência da Delegacia Regional de Catalão prenderam Cleido José de Mendonça, principal suspeito do homicídio de Anderson Dias de Oliveira e da tentativa de homicídio de Plabiton José Rodovalho. Os crimes aconteceram no último dia 27, em Campo Alegre de Goiás.

A ação foi coordenada pelo Delegado de Polícia, Dr. Diogo Andrade Ferreira, na qual foi cumprido mandado de prisão expedido pelo Juiz da Comarca de Ipameri. Desde o início das investigações, a polícia civil trabalhava com a hipótese de que o autor dos crimes havia sido contratado para executar Plabiton, por um parente de sua esposa, por motivo de ciúmes.

As investigações iniciaram apenas com a informação de que o autor era conhecido por Preto e na época era proprietário de um automóvel VW/Parati, cor escura, sem maiores detalhes.

No início de janeiro, agentes da unidade de inteligência da Delegacia Regional de Catalão localizaram o veículo e chegaram à identidade de seu proprietário, que foi reconhecido por Plabiton, como o autor dos disparos.

Com base nessas informações foi decretada a prisão preventiva de Cleido. Imediatamente após da prisão do acusado, que ocorreu no bairro Ipanema, foi cumprido o mandado de busca domiciliar, sendo localizado em sua residência, situada em uma chácara no Setor Aeroporto, um revolver calibre 32, arma que corresponde com o calibre dos projéteis retirados das vítimas.

Em razão da localização da arma, Cleido foi conduzido a Delegacia Regional de Polícia onde foi autuado em flagrante delito, por posse ilegal de arma de fogo, e também foi formalizado o cumprimento do mandado de prisão expedido em seu desfavor.

Comentários

Comentários

Patrocinadores
Curta nossa página