• 64 99927 3817
anuncie

10 de abril de 2020

TRÊS PESSOAS MORRERAM EM CONFRONTO COM POLICIAIS DE CATALÃO; MORTOS ERAM SUSPEITOS DE ASSASSINATO DE AGENTE PRISIONAL NA CIDADE MINEIRA DE ARAGUARI-MG

Tenente Eduardo Afonso, da Polícia Militar de Catalão, detalhou em entrevista para emissora TV de Catalão, como foi toda a ação. Foto: TV Anhanguera/Reprodução

A Polícia teve a informação de que três criminosos envolvidos na morte de um agente prisional de Araguari, cidade de Minas Gerais localizada a 87 quilômetros  de Catalão, os quais, estariam escondidos no sudeste de Goiás.

Diante das informações, a PM começou um cerco a procura dos criminosos, e na perseguição que contou com a participação de policiais de Goiás e do Estado de Minas Gerais, e no começo da tarde, os criminosos foram localizados na zona rural de Catalão, onde houve confronto, e na troca de tiros, os três criminosos foram baleados.

“As equipes tiveram informação de três que haviam matado um policial penal na cidade de Araguari, e teriam fugido para a cidade de Catalão. Diante das informações, das características dos indivíduos, começamos a fazer o cerco, algumas equipes de Minas Gerais vieram até a cidade de Catalão para acompanhar o desfecho dessa operação, e quando fomos fazer a abordagem, teve confronto, eles atiraram contra os policiais que revidaram a injusta agressão, os quais foram alvejados, socorridos pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado para o socorro”, disse em entrevista ao repórter Alaor Rodovalho, da TV Anhanguera, o Tenente Eduardo Afonso.

De acordo com a reportagem da emissora de TV, o agente prisional morto pelos suspeitos, tinha 28 anos de idade, o qual foi morto na cidade de Araguari, porém, trabalhava na Unidade Prisional de Uberlândia. O corpo do agente foi enterrado na tarde de ontem, na cidade de Araguari, no triangulo mineiro.


LEIA ABAIXO A NOTA DA POLÍCIA MILITAR DE CATALÃO 

NOTA – IMPRENSA| LATROCIDAS DE AGENTE PENITENCIÁRIO DE MINAS GERAIS, CONFROTAM COM A PM EM CATALÃO-GO

Na madrugada desta quinta-feira, 09, na cidade mineira de Araguari, três indivíduos executaram a queima-roupa um Agente Penitenciário e tentaram contra a vida de um segundo que, conseguiu sobreviver a ação, mas teve seu veículo Ford EcoSport levado pelos marginais, além do roubo de duas Armas de Fogo, pistola Cal. 380, que pertenciam aos agentes. As diligências foram desencadeadas pelos policiais militares de Minas, logo após o ocorrido e, ao amanhecer, as informações deram conta que os criminosos haviam empreendido fuga para a cidade de Catalão/GO, sendo solicitado apoio junto ao 18º BPM.

As diligências se desenvolveram de forma integrada entre os militares de Goiás/Minas, (GPT/GER/TÁTICO/INTELIGÊNCIA), assim como o apoio das equipes de áreas, vindo a serem intensificadas no período vespertino, logo após informações darem conta que os suspeitos estariam homiziados em uma área de preservação permanente, próximo ao complexo do Distrito Minero Industrial de Catalão (DIMIC), sendo operacionalizado o cerco policial. Por volta das 15h00min, as equipes depararam com os três suspeitos às margens do ribeirão pirapitinga, momento em que resistiram à prisão efetuando disparos contra os militares que, prontamente revidaram a injusta agressão. No confronto, os três agressores foram alvejados e, após quebra de resistência à prisão, foram socorridos ao Pronto Socorro da Santa Casa, não resistindo aos ferimentos e vindo à óbito.

Os indivíduos foram reconhecidos pela vítima sobrevivente como sendo os autores das atrocidades já elencadas e, identificados como V.M.S, 20, J.H.S, 21 e T.S.R, 20 anos, todos com antecedentes criminais. Na operação, além da recuperação das duas (02) Pistolas subtraídas dos Agentes Prisionais, ainda foram apreendidas outras cinco (05) Armas de Fogo, sendo três (03) Revólveres e duas (02) Pistolas.  A ocorrência foi apresentada na Central de Flagrantes de Catalão para os devidos procedimentos.

Fonte: 18 º BPM/PMGO – A SEGURANÇA DE GOIÁS

 

Escrito por: Badiinho Filho/Com informações da TV Anhanguera de Catalão