• 64 99927 3817
anuncie

20 de março de 2020

ARTIGO: COMO CUIDAR DA SUA SAÚDE MENTAL EM TEMPOS DE CORONAVÍRUS

Psicólogo Rafael Metsavaht – CRP-09/013670 – Clínica Aprimore. Foto: Reprodução

Estamos passando por um momento muito delicado, o mundo inteiro está sendo afetado por esse vírus que se propaga com muita facilidade. Medidas estão sendo tomadas para evitar que mais pessoas sejam infectadas e, o distanciamento social tem sido a forma mais recomendada no momento. Ficar em casa o tempo todo, parece ser algo desesperador, mas acredite, não é bem assim. Nossa rotina de trabalho, estudos, atividades física e convívio social sofreu uma modificação enorme e, isso pode afetar a nossa mente. Aqui vai algumas recomendações, para que possamos proteger a nossa saúde mental.

Em primeiro lugar, temos que manter a calma e seguir as orientações, vindas dos profissionais da área da saúde. É importante acompanhar as notícias sobre o que está acontecendo, mas o excesso de informações pode não fazer muito bem, principalmente em tempos de Fake News espalhados nas redes sociais. Tente não ficar conectado com tudo quanto é informação o tempo todo, isso pode causar incertezas e aumenta as preocupações. É importante filtrar a quantidade e a qualidade de informações e, no momento, o mais adequado é acompanhar as informações através das secretarias de saúde e comunicação do seu município. Cuide bem do seu corpo, pratique exercícios de relaxamento e se alimente de forma saudável (consulte os profissionais adequados de cada área). A atividade física ajuda a evitar o abuso de álcool e outras drogas, e proporciona o bem estar físico e mental. Faça as coisas que você gosta, como por exemplo, ouvir música, ler um bom livro, fazer cursos online e assistir aquela série que te recomendaram. Aproveite para colocar em prática aquela faxina, arrumação de armário, guarda roupa, arquivos no computador, enfim, tudo aquilo que foi planejado, mas teve que ser adiado por falta de tempo. Tente estabelecer uma rotina, fazendo as coisas nos mesmos horários, isso ajudará o dia acontecer de um jeito mais tranquilo e organizado. É importante também se conectar com outras pessoas e interagir com as que estão em sua casa, separe um tempo para manter essa conexão. Se está passando por algum tratamento, não pare com a medicação, procure seu médico se houver piora nos sintomas. Se perceber que está extremamente sobrecarregado ou ansioso, depressivo com vontade de se machucar, procure seu médico, psicólogo ou familiar e não esqueça do CVV (188). Pratique a resiliência e tente perceber o que pode aprender com tudo que está acontecendo, olhe a situação de forma realista sem entrar em pânico, descubra o seu melhor jeito de passar por esse momento que não durará para sempre e lembre-se que estamos todos na mesma situação, sendo assim, faça a sua parte, nossas atitudes e os nossos cuidados afetam toda a sociedade.

Escrito por: Psicólogo Rafael Metsavaht – CRP-09/013670 – Clínica Aprimore/ Texto com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) e Instituto Vita Alere