• 64 99927 3817
anuncie

3 de fevereiro de 2020

JANEIRO DE 2020 FICARÁ NA HISTÓRIA CLIMATOLÓGICA DE CATALÃO, COM REGISTRO DE 507 MILÍMETROS DE CHUVA

Previsão é que chuva permaneça na cidade até a segunda quinzena de fevereiro. Foto: Arquivo – Blog do Badiinho

CHUVAS| A cidade de Catalão, no sudeste goiano, terminou o mês de janeiro 2020 registrando recordes históricos de precipitação. O primeiro foi na madrugada de 29/01/2020 com 146 mm, destacando como o maior volume de chuva em 24 horas, em 59 anos de medições. O segundo foi em relação ao valor mensal de 507 mm, ou seja, choveu 79% acima da média histórica, sendo o maior valor contabilizado nos últimos 37 anos. Os recordes históricos foram nos anos de 1964 e 1983, sendo respectivamente, 514,7mm e 509,2 mm. Destacaram-se ainda os valores de chuvas diários nos dias 04, 10, 22 e 25 com os respectivos valores de 42,4mm, 35,0 mm, 68,7 mm e 59,3 mm.

Em relação às temperaturas tanto a máxima quanto a mínima ficaram 10°C acima da normalidade. As maiores temperaturas registradas foram no dia 15 de janeiro: 34,4oC e a menor dia 29 de janeiro: 19oC.

A tendência para os primeiros dias de fevereiro 2020 será com características típicas de verão, temperaturas elevadas no período da tarde, entretanto, com previsão de ocorrência de pancadas de chuva à tarde e noite de forma pontual e curta duração, através da combinação perfeita calor e umidade.

Porém, a partir do dia 5 de fevereiro está previsto a ocorrência de uma mudança no tempo atmosférico, no sentido de que a chuva volta a aumentar de forma volumosa por meio da possibilidade da atuação novamente da Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS), distribuindo grandes áreas de instabilidade em Goiás. Nesse sentido, vamos ficar atentos na cidade de Catalão para as possíveis ocorrências de chuvas fortes.


CHUVAS PERMANECERÃO ATÉ DIZ A SEGUNDA QUINZENA DE FEVEREIRO

Represa do Clube do Povo na tarde do último sábado (01/02), quando registrou-se um grande volume de chuva na cidade. Foto: Redes Sociais/Reprodução

De acordo com o Professor Rafael Ávila, o período chuvoso permanecerá ao menos até a segunda quinzena deste mês. E o fevereiro de 2020 em Catalão, começou com tempo instável, quente e úmido. Foi registrado na tarde do último sábado (01), em apenas duas horas, 42,4 milímetros de chuva na Estação Automática do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), localizada na Universidade Federal de Catalão.

De acordo com o Professor Rafael de Ávila, do Laboratório de Climatologia, a quantidade de chuva que caiu em nossa cidade na tarde do último sábado (01), representa 22% em relação à média histórica.


MAIOR TEMPORAL DOS ÚLTIMOS 50 ANOS EM CATALÃO

Ruas e avenidas viraram verdadeiros rios. Foto: Redes Sociais/Reprodução

Na madrugada da última quarta-feira (29/01), um temporal caiu na cidade de Catalão, considerado o mais severo dos últimos 50 anos, pois em apenas 3 horas, registrou-se 146 milímetros de chuva, causando alagamentos em vários pontos da cidade, rompimento de barragens em propriedades particulares, e estragos pela Avenida Raulina Fonseca Paschoal, na extensão do Córrego Pirapitinga.

A forte chuva da última quarta-feira (29), fez com que algumas famílias que moram próximas a represa do bairro Monsenhor Souza, deixassem suas casas, após terem suas residências invadidas pela água. Felizmente, apenas danos materiais foram registrados.

 

Escrito por: Badiinho Filho