• 64 99927 3817
anuncie

3 de fevereiro de 2020

FIM DO MISTÉRIO: ONÇA PARDA PUMA CONCOLOR, É A RAÇA DO FILHOTE ENCONTRADO EM CATALÃO NO ÚLTIMO DOMINGO, AFIRMA SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE

Onça Parda Puma Concolor, é raça do filhote encontrado na noite do último domingo (02), em rua do Setor Marconi, em Catalão. Foto: Divulgação – Corpo de Bombeiros/Reprodução

Após a divulgação da notícia a respeito de um filhote de onça encontrada por moradores do Setor Marconi, muitos foram os questionamentos a respeito de que bicho seria. Algumas pessoas afirmavam ser Jaguatirica, outras diziam ser onça pintada, mas acertou quem optou por apostar na espécie onça parda.

O Blog do Badiinho entrou em contato com o Secretário de Meio Ambiente de Catalão, Silas Tristão, que confirmou a raça, sendo mesmo uma Onça Parda Puma Concolor, com cerca de três quilos, macho, aproximadamente 4 mês de vida, conclusão pela idade de dentição do animal, após avaliação feita por um veterinário do Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS).

De acordo com o Veterinário do CETAS de Catalão, Diogo Baldin, toda onça parda, quando filhote, ela é pintada, mas quando observa-se as pintas, as marcações, ela não tem a marcação interna que a Onça Pintada e na Jaguatirica, e por isso a conclusão de que trata-se de uma onça da Raça Parda Puma Concolor.

Segundo o Secretário de Meio Ambiente, Silas Tristão, através de parceria entre o Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS), Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Catalão (SEMMAC) e Programa de Conservação Mamíferos do Cerrado (PCMC), foi possível fazer um monitoramento noturno na área próximo ao local onde o filhote foi encontrado, foi identificado a presença da mãe, e foi feito com sucesso a introdução do animalzinho com sucesso, juntamente com mãe resgatando o seu filhote, o que foi feito devido ao fato de se ter pessoas instruídas e da área, como é o caso dos profissionais do CETAS, sendo o melhor a ser feito.

Outra informação, é que a área continuará sendo monitorada pelos profissionais do CETAS.

Foto: Divulgação – Corpo de Bombeiros/Reprodução
Foto: Divulgação – Corpo de Bombeiros/Reprodução
Foto: Divulgação – Corpo de Bombeiros/Reprodução

Escrito por: Badiinho Filho