• 64 99927 3817
anuncie

30 de janeiro de 2020

EM NOTA TÉCNICA, ENGENHEIRO DE PRÉDIO RESIDENCIAL PRÓXIMO A REPRESA DO CLUBE DO POVO, EXPLICA FOTO POLÊMICA EM QUE EDIFÍCIO APARENTA ESTAR TORTO

Foto tirada no início da noite de ontem, quarta-feira (29). Foto: Badiinho Filho

Com o temporal que caiu sobre a cidade de Catalão na madrugada de ontem, quarta-feira, 29 de janeiro, milhares de fotos tiradas por vários moradores da cidade e compartilhadas nas redes sociais, as quais mostram os estragos e pontos de alagamentos causados pela forte chuva, e muitas delas publicadas aqui no Blog do Badiinho.

Dentre todas as fotos, uma delas, compartilhada por moradores em grupos de whatsapp, e também postada aqui em nosso site, gerou muita polêmica e discussões nas redes sociais. A imagem que era para mostrar o grande volume de água na represa do Clube do Povo, acabou ganhando outro foco, pois pelo ângulo em que a imagem foi tirada, dá a entender que a torre que está sendo erguida estaria torta.

Diante da grande repercussão e dúvidas, nossa redação foi procurada pela empresa responsável pela execução da obra, e enviou uma nota técnica, dando todas as explicações para que o mal entendido seja esclarecido. Prontamente, o Blog do Badiinho se colocou prontamente a disposição para a veiculação da nota, pois o foco do nosso site, é informar de forma séria e responsável aos nossos milhares de leitores que diariamente acessam as notícias por nós postadas.

O diretor e redator do Blog do Badiinho – Abadio Moisés Filho ‘Badiinho’, disse que só notou a observação na imagem, depois que muitos leitores entraram em contato com a redação, e que, postou a foto como as outras, e que nada foi feito propositalmente, tanto é, que o fato do prédio em construção não foi citado em nenhum dos seus textos da cobertura da forte chuva que caiu sobre Catalão. O blogueiro destacou ainda, que antes mesmo de ter sido contactado, havia procurado os contatos dos responsáveis do empreendimento, para os devidos esclarecimentos, afim de colocar um ponto final no assunto.

VEJA ABAIXO A NOTA TÉCNICA ENVIADA AO SITE:

A construção do Reserva segue todos os critérios técnicos onde estão envolvidos dezenas de profissionais com mais alto grau de experiências no seguimento, o prédio possui todos os projetos aprovados e fiscalizados por órgãos competentes onde são documentos de comprovação o teor da capacitação técnica e responsabilidades dos profissionais. O sistema construtivo desde a fundação, estrutura, e acabamentos seguem rigorosos critérios técnicos baseados em Normas Técnicas “ABNT” que ditam práticas construtivas seguras e duradouras para o proprietários. 

Uma edificação deste porte tem acompanhamento total no local por profissionais capacitados onde toda a estrutura no seu processo construtivo passa diariamente por análise rigorosa dos Técnicos e monitorado pelo Sistema da Qualidade onde a Construtora é Certificada, nossos procedimentos são Auditados Internamente e Externamente, cada ferragem, concreto é mapeado e rastreado, com este procedimento cada caminhão de concreto aplicado na obra temos sua rastreabilidade e sabemos onde está localizado cada caminhão de concreto, todo concreto utilizado é fornecido por empresa especializadas com alto grau de responsabilidades, assim o concreto é fabricado por sistema automatizado e não manual evitando qualquer descuido na dosagem manual feita por pessoas.

Para uma edificação vertical como esta vir a sair do seu prumo em uma análise rápida sem consultar normas e literaturas, teria que haver um Recalque na fundação (afundamento da fundação) onde isto é impossível, projetos e execução da Fundação Profunda (Estacas Hélice Continua) no concreto de 30Mpa de Auto Desempenho a um profundidade de aproximadamente 18 metros com cerca de 250 estacas garantem a estabilidade do Prédio, sem comentar que o projetista e execução da fundação foi feita por um das mais conceituadas empresa do estado de Goiás.

A inclinação do Prédio não ocorreu e nem irá acontecer. Toda elevação dos 18º pavimentos são monitorados por topografia onde constantemente fazemos uma fiscalização acompanhando seu Prumo por pontos externos ao prédio. Como não ocorreu neste procedimento topográfico aponta quaisquer falha se houver porquê são monitoradas por aparelhos geoprocessados. Então finalizando não há um menor risco de inclinação do Prédio Reserva do Lago qualquer comentário tecido sobre este assunto é mera especulação ou total desconhecimento de práticas construtivas.

Engenheiro Frederico Alberto diretor responsável pela obra RESERVA DO LAGO, Catalão/GO

 

SOBRE O EMPREENDIMENTO

Foto: Facebook/Reprodução

O Reserva do Lago é um empreendimento de Alto Padrão sendo o primeiro na cidade Catalão, este investimento cria um parâmetro a ser seguido pelos novos empreendimentos a serem lançados, é um condomínio vertical de 18º Pavimentos Tipos sendo 36 unidades de 175m2 incluindo duas coberturas duplex.

 

Escrito por: Badiinho Filho