• 64 99927 3817
anuncie

30 de janeiro de 2020

DOCUMENTO DE LICENCIAMENTO DE VEÍCULOS ELETRÔNICO JÁ ESTÁ VALENDO EM GOIÁS

Licenciamento em papel-moeda só será fornecido a proprietários que solicitarem serviço presencialmente ou por aplicativo. Usuário poderá imprimir documento em casa ou optar por versão eletrônica. Foto: Reprodução

Os proprietários de veículos registrados em Goiás podem imprimir o Certificado de Licenciamento e Registro de Veículo (CRLV) em casa, por meio do site www.detran.go.gov.br, ou optar pela versão digital no DetranGO On. Nesta quinta-feira (30), o Departamento Estadual de Trânsito de Goiás disponibilizou o serviço em seu portal eletrônico. A versão atualizada do aplicativo com o novo recurso deve estar disponível nos próximos dias. O CRLV é o documento de porte obrigatório para a circulação do veículo e é renovado anualmente.

A implantação do CRLV-e é uma exigência do Conselho Nacional de Trânsito que, com a publicação da deliberação 180 de 30 de dezembro de 2019, determinou o fim do documento em papel-moeda. O Detran-GO é o primeiro do País a adotar a versão eletrônica. Até 30 de junho deste ano, todos os estados e o Distrito Federal deverão aderir ao certificado digital, sem a obrigação da impressão. Apesar disso, o Detran-GO continuará disponibilizando a versão no papel. Para recebê-la, o usuário terá de fazer a solicitação pessoalmente em um dos postos de atendimento ou pelo aplicativo DetranGO On.

Exemplo de documento na versão eletrôncia. Foto: Detran-GO/Reprodução

ECONOMIA 

Além da agilidade no acesso ao documento de licenciamento, com a mudança, o proprietário de veículo será beneficiado em caso de perda ou extravio do CRLV. A segunda via custava R$ 48,08. Com a implantação da versão eletrônica, ele poderá imprimi-la sempre que necessário. Conforme o presidente do Detran-GO, Marcos Roberto Silva, em 2019, a autarquia emitiu 14 mil segundas vias.

Marcos Roberto informou ainda que o CRLV-e facilitará o dia a dia do proprietário de veículo. Isso porque ele não terá mais que esperar para receber o documento em casa. A expectativa, alerta, é de que duas horas após o pagamento do boleto de licenciamento, a versão esteja no site ou aplicativo para a impressão. “Assim que for dada a baixa no pagamento, será liberado o documento no sistema”, afirma o presidente.

O CRLV-e também implicará em economia para os cofres públicos. Por ano, o Detran-GO emite aproximadamente 2,3 milhões de CRLVs. A mudança deve gerar uma economia de R$ 5,9 milhões entre custo de impressão e envio.

 EMISSÃO

O CRLV-e só estará disponível para download se todos os débitos relativos ao veículo estiverem quitados. Isso inclui IPVA, Licenciamento, Seguro Obrigatório de Danos Pessoais causados por Veículos Automotores de Via Terrestres (DPVAT) e eventuais multas de trânsito. Caso se encaixe nesse critério, além do obter a versão eletrônica no aplicativo, o proprietário poderá fazer a impressão do documento por conta própria.

O documento impresso pelo usuário conterá o mesmo layout da versão digital. Para a impressão poderá ser utilizado papel sulfite branco, formato A4, tinta preta. O Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) disponibilizará sistema eletrônico de validação através de leitura do código de barras bidimensionais (QR Code) para que as autoridades de trânsito e polícias possam efetivar a fiscalização. Além do DetranGO On, o CRLV-e poderá ser baixado também no aplicativo do Denatran “Carteira Digital”.

O CRLV-e é uma deliberação do Contran, portanto, todos os Detrans sabem da mudança. Segundo o gerente de Fiscalização do Detran-GO, major Daniel Rezende, os órgãos de fiscalização de trânsito de Goiás e polícias estão sendo alertados sobre a validade do CRLV-e.

O gerente lembra que o aplicativo que faz a leitura do QR Code do CRLV-e é o mesmo utilizado para fiscalizar a CNH Digital, em vigor desde 2017. “Tanto a versão digital quanto o documento impresso com poderão ser fiscalizados com segurança”, explica. A versão eletrônica dispensa o uso de dados.