• 64 99927 3817
anuncie

24 de janeiro de 2020

ATENDIMENTO AO CLIENTE DA SAE MUDARÁ DE ENDEREÇO; SUPERINTENDENTE RODRIGO MARGON, EM ENTREVISTA, FEZ BALANÇO DA SUA GESTÃO A FRENTE DO ÓRGÃO

Superintendente da Superintendência Municipal de Água e Esgoto de Catalão (SAE), Rodrigo Mrgon. Foto: Badiinho 

Nesta semana, o Badiinho – Blog do Badiinho esteve na Superintendência Municipal de Água e Esgoto de Catalão (SAE), para uma entrevista com o Superintendente Rodrigo Margon, que fez um balanço de sua gestão à frente da SAE, pontuando os problemas enfrentados ao longo deste período, e também os projetos executados e que os estão em execução.

SAE sairá da Kavefes Abrão para ir para a 20 de agosto, em frente a Praça Getúlio Vargas. Foto: Reprodução

Dentre os assuntos abordados, Rodrigo Margon adiantou que o atendimento ao cliente da SAE irá mudar de endereço, o que ele acredita que aconteça já no mês de fevereiro. O atendimento da SAE sairá da Rua Kaffes Abrão e irá para o antigo Banco do Povo, na Avenida 20 de agosto, em frente à Praça Getúlio Vargas, afirmando ele, que está aguardando apenas a conclusão da reforma do local para a transferência. De acordo com Rodrigo Margon, um dos principais motivos para a mudança de endereço, é a centralização, pois são constantes as reclamações dos usuários o distanciamento da atual sede das agências bancárias e casas lotéricas.

Antigo Banco do Povo, na 20 de agosto, será a nova sede da SAE. Foto: Goolgle Maps/Reprodução

O Superintende também afirmou, que muito em breve as obras de saneamento básico serão retomadas no bairro Castelo Branco com a inauguração da nova Estação de Tratamento (ETE).

O gestor da Superintendência Municipal de Água e Esgoto (SAE), também foi indagado com relação a problemas com a falta de energia na capitação do Ribeirão Pari, o que gera problemas de desabastecimento de alguns bairros da cidade. Rodrigo explicou que não é viável a aquisição de geradores, pois é um investimento muito alto e que pode prejudicar o meio ambiente, pois trata-se de geradores que são enormes, e que custarão algo entorno de R$ 5 milhões de reais, os quais são feitos por encomenda e demoram meses para ficarem prontos, e ao total são 10 geradores do tamanho de uma sala, o que gerará uma manutenção caríssima, além do passivo ambiental, sendo necessário a instalação de tanques de combustíveis do lado deles e perto de nascentes, e tudo isso por decorrência de um problema que é obrigação da Enel resolver, e a companhia resolvendo o problema, os geradores ficaram inutilizados, sendo que o dinheiro a ser aplicado na aquisição, pode ser melhor investido em outras áreas que demandam de investimentos da SAE.


INTERESSE PELOS MESMOS PASSOS DO AVÔ

Rodrigo Margon com o avô, ex-prefeito Haley Margon Vaz. Foto: Arquivo pessoal/Reprodução

Outro ponto destacado na entrevista, foi com relação se existe ou não a pretensão de Rodrigo Margon entrar para a vida pública por meio de disputa de cargos eletivos, pois afinal, o atual Superintende da SAE, é neto de Haley Margon Vaz, político de história e de respeito em nossa cidade, o qual já passou pela Câmara de Vereadores e Prefeitura de Catalão, Câmara dos Deputados e Secretarias de Governo do Estado de Goiás. A resposta de Rodrigo Margon, foi que sim, que ele têm a pretensão de disputar eleições, porém, ele afirma que é uma pessoa de grupo, e que não dará passos mais largos que suas pernas, pois sua idade (38 anos) permite aguardar a sua vez.

O texto acima narra apenas algumas parte da entrevista, que disponibilizamos em áudio na íntegra abaixo:

 

Escrito por: Badiinho Filho