• 64 99927 3817
anuncie

6 de novembro de 2019

PRIMEIROS SOCORROS DE POLICIAIS MILITARES SALVA VIDA DE BEBÊ ENGASGADA EM ÁGUAS LINDAS DE GOIÁS

Foto: Reprodução

Dois policiais militares que faziam patrulhamento de rotina no bairro Mansões Village, em Águas Lindas, cidade do Entorno do DF, no final da tarde da segunda-feira (04/11), não podiam imaginar o que os esperava na ronda daquele dia, que transcorria sem sobressaltos até então.

O sargento Rosivaldo Santana e o soldado Rodrigues foram arrancados da rotina do fim de tarde por gritos de uma mulher em um veículo Gol. Desesperada, ela buzinava e pedia socorro aos policiais para a filha engasgada com leite. A mãe se afligia ainda mais ao contar que o bebê, de apenas 49 dias, não respirava. Igualmente aflito, o pai, que dirigia o carro, parou apressadamente ao lado da viatura e, também aos gritos, saltou do veículo e pediu ajuda.

Os dois policiais perceberam a gravidade do caso e não perderam tempo. “Ao chegarmos à casa da família, notamos que a criança estava pálida, rígida e parecia não respirar”, lembra o sargento Santana. A situação exigia que algo fosse feito sem demora.

“Então, o soldado Rodrigues, que estava comigo na ronda, fez massagens nas costas do bebê e sucção para tentar desobstruir as vias respiratórias. Mas nos preocupamos porque ela não chorava, como é normal acontecer nesses casos. Apenas soluçou bem fraquinho, o que já era um sinal positivo”, relatou o sargento.

BOMBEIROS 

Depois de prestar os primeiros socorros, os PMs levaram a mãe e a criança a uma unidade do Corpo de Bombeiros Militar de Águas Lindas, para um acompanhamento mais detalhado. Após examinar o pequeno paciente, os bombeiros deram a notícia animadora: a intervenção a tempo dos policiais militares foi salvadora. O bebê voltara a respirar. Depois, por segurança, a criança foi levada ao Hospital Bom Jesus, onde foi avaliada pelo médico e liberada em seguida, diante da constatação de que estava fora de perigo.

“O médico que realizou o atendimento fez questão de afirmar que os procedimentos de emergência que colocamos em prática foram decisivos para salvar a menina Eloisa Gabriele, que, depois soubemos, era o nome da garota da nossa história que, felizmente, teve um final feliz”, relatou o sargento Santana.

Ele diz ter gravado vídeo com a criança já respirando e de volta à normalidade nos braços da mãe, agora refeita do susto. “Foi muito emocionante. Ela agradecia o tempo todo pela nossa ajuda. São casos assim que colocam o policial militar numa outra dimensão da sua atividade. É o lado mais humano, solidário e de apoio à comunidade numa hora de grave perigo para a vida”, observou.

OUTRO CASO

Essa não foi a primeira vez que o sargento se viu diante de um drama desse tipo. Em maio do ano passado, ele auxiliou uma mãe que, aos prantos e desesperada, pedia socorro para o filho também engasgado, de somente 30 dias de nascido em Santo Antônio do Descoberto. “Também dessa feita a intervenção rápida e com aplicação de técnicas que essas situações exigem, tivemos êxito em salvar a criança”, conta o sargento da Polícia Militar.

 

Escrito por: Redação/Secretaria de Comunicação – Governo de Goiás