• 64 99927 3817
anuncie

24 de outubro de 2019

TRAJETÓRIA POLÍTICA DE IRIS REZENDE MACHADO, VIRA FILME PRODUZIDO PELA RECORD TV GOIÁS; TRAILER ESTÁ DISPONÍVEL NO BLOG DO BADIINHO

Iris Rezende Machado (MDB): Governador de Goiás 1983-1986; Ministro da Agricultura 1986-1990; Governador de Goiás 1991-1994; Senador da Repúplica por Goiás 1995-1997, 1998-2003; Ministro da Justiça 1997-1998; Prefeito de Goiânia 2004-2010; 2017 (mandato em exercício). Fotos: Reprodução

A história do maior líder político da história do Estado de Goiás virou filme. Produzido pela Record TV Goiás, Iris Rezende Machado, ex-vereador, ex-deputado, ex-governador, ex-senador, ex-ministro, e atual prefeito de Goiânia, capital goiana, terá a sua belíssima trajetória de vida pública narrada num longa-metragem que estreará nas telas do cinema brasileiro em breve.

O Blog do Badiinho traz com exclusividade aos nossos leitores, o trailer do filme: “Iris Rezende Machado Uma História em Movimento”.


CONHEÇA DE FORMA RESUMIDA POR SUA ASSESSORIA, A HISTÓRIA DE IRIS REZENDE, O MAIOR ÍCONE DA POLÍTICA GOIANA 

Iris Rezende Machado. Foto: O Popular/Reprodução


Iris Rezende Machado nasceu em 22 de dezembro de 1933, em Cristianópolis, interior de Goiás. Tem 85 anos. Filho de Filostro Machado Carneiro e Genoveva Rezende Machado, Iris mudou-se para Goiânia com a família em 1949, aos 16 anos.

Após militar no movimento estudantil, presidindo os grêmios do Colégio Lyceu de Goiânia e da Escola Técnica de Campinas, Iris elegeu-se vereador na Capital, em 1958, com a maior votação proporcional da história (a maior em números absolutos naquela época). Na Câmara, Iris presidiu a Casa.

Em 1962, Iris Rezende foi eleito deputado estadual por Goiás – novamente o mais votado da história, até então. Também ocupou a presidência do Legislativo no período em que governador Mauro Borges foi cassado pela ditatura militar, em 1964.

Em 1965, aos 31 anos, Iris Rezende derrotou Juca Ludovico, ex-governador do Estado, na disputa pela Prefeitura de Goiânia.

Prefeito da Capital, Iris implantou o regime de mutirões – construção de obras com a participação popular –, asfaltou os principais bairros de Goiânia, desapropriou lotes e duplicou a Avenida Anhanguera, construiu a Vila Redenção, a Vila União, a Vila Alvorada, a Vila Canãa e o Parque Mutirama, entre outras obras.

Já no final de seu mandato, em outubro de 1969, quando era cotado para disputar o governo do Estado, Iris foi cassado pelo regime militar e teve seus direitos políticos suspensos por 10 anos.

Formado em direito pela Universidade Católica de Goiás, hoje PUC-Goiás, Iris passou a advogar. Fez centenas de juris na Capital e no interior do Estado e aprimorou uma de suas virtudes: a oratória.

Até ser cassado e perder seus direitos políticos, Iris militava no Partido Social Democrata (PSD). Após o fim do pluripartidarismo, com a criação da Arena e do MDB, Iris foi um dos fundadores do MDB em Goiás, partido que abrigava os oposicionistas ao golpe de 1964. Depois, ajudou a criar o PMDB, onde permanece até hoje.

Em 1982, com a volta das eleições para governador, Iris venceu a disputa interna no PMDB (contra Henrique Santillo e Mauro Borges) e foi escolhido o candidato de oposição ao governo de Goiás. Na disputa, venceu o ex-governador Otávio Lage de Siqueira com 2/3 dos votos válidos.

No governo, Iris construiu a Vila Mutirão, erguendo mil casas em um único dia. Implantou um grande programa de eletrificação rural no Estado, além de construir 4 mil quilômetros de rodovias – como a GO-020, de Bela Vista a Pires do Rio, e até Catalão; e a GO-118, interligando as principais cidades do nordeste goiano.

Em 1986, assumiu o Ministério da Agricultura no governo do presidente José Sarney (1985-1990). No Ministério, Iris Rezende comandou as chamadas super safras, quando, mesmo em meio a uma grave crise econômica, o país quebrou o recorde de produção de grãos por dois anos consecutivos.

Um ano depois, em 1990, Iris disputou pela segunda vez o governo de Goiás. Iris venceu a eleição com mais de 57% dos votos válidos. Em 1994, elegeu-se senador da República.

Em 2004, Iris candidatou-se a prefeito de Goiânia, vencendo a disputa com o então prefeito Pedro Wilson (PT). Com uma administração com elevada aprovação, Iris foi reeleito em 2008 com 74% dos votos válidos – o maior percentual de votos da história da Capital.

Em sua gestão, Goiânia foi eleita a Capital com melhor qualidade de vida do Brasil. Como prefeito de Goiânia, Iris prometeu e asfaltou todos os bairros da cidade, construiu o maior número de moradias (chegando a 30 mil lotes e casas doadas), construiu 21 parques e cerca de 400 praças, construiu as primeiras 20 escolas de tempo integral e 52 Centros Municipais de Educação Infantil.

Como resultado de tantas obras, Iris Rezende assume em 2017, pela quarta vez, o comando da Prefeitura de Goiânia.

Escrito por: Badiinho Filho