• 64 99927 3817
anuncie

4 de outubro de 2019

ABERTAS AS INSCRIÇÕES DE 2.524 VAGAS PARA VIGILANTES PENITENCIÁRIO EM GOIÁS

Foto: Reprodução

Estão abertas, a partir desta sexta-feira (4/10), as inscrições para o processo seletivo simplificado para Vigilante Penitenciário Temporário (VPT). O edital foi lançado no dia 30 de setembro, pela Secretaria de Estado da Administração (Sead). São ofertadas 2.524 vagas, distribuídas em nove unidades da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP).

De acordo com o edital, as contratações terão validade de um ano. A remuneração é de R$ 1.950,46, composto de vencimento e Gratificação de Risco de Vida e de Auxílio-Alimentação, nos termos da Lei nº 19.951, de 29 de dezembro de 2017, podendo ainda o contratado ser remunerado por prestação de serviços extraordinários.

São 40 horas semanais de trabalho, preferencialmente em regime de plantão, compreendendo dias úteis, sábados, domingos e feriados, fixada de acordo com a necessidade da DGAP, que deve resguardar o repouso semanal remunerado.


INSCRIÇÕES DE 2.54 VAGAS PARA VIGILANTE PENITENCIÁRIO EM GOIÁS

Período de inscrições, que começam hoje (4/10), segue até às 18h do dia 21 de outubro. Os interessados devem se cadastrar, exclusivamente pela internet, no site www.escoladegoverno.go.gov.br. O último dia para o pagamento da taxa de inscrição, que custa R$ 40, será dia 22 de outubro.

Conforme o edital, processo seletivo simplificado para vigilante penitenciário em Goiás será realizado em uma única etapa. A prova objetiva, que está marcada para dezembro, nas cidades de Goiânia e/ou Aparecida de Goiânia, Caldas Novas, Rio Verde, Cidade de Goiás, Formosa, Luziânia, Uruaçu e São Luís de Montes Belos.

QUADRO DE VAGAS

Será exigido ensino médio completo ou equivalente com diploma ou certificado expedido por instituição devidamente reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). Entre os quesitos para inscrição estão: ser brasileiro nato ou naturalizado; ter idade mínima de 18 (dezoito) anos; estar em gozo dos direitos políticos e eleitorais; estar quite com o Serviço Militar (sexo masculino); não ter sido responsabilizado ou condenado pela prática de infração penal civil ou administrativa.

Os aprovados desempenharão atividades de apoio à segurança, custódia, assistência e ressocialização dos privados de liberdade tais como segurança, vigilância, custódia, disciplina, fiscalização, triagem e escolta dos presos. Confira o Edital 005/2019 divulgado no site oficial do certame: http://www.escoladegoverno.go.gov.br/files/Pss/2019/VPT/EDITALVPTFINAL.pdf

 

Escrito por: Redação/Dia Online