• 64 99927 3817
anuncie

27 de setembro de 2019

BEBÊ DE 2 ANOS E 6 MESES, MORTO VÍTIMA DE ESPANCAMENTO EM CATALÃO, PODE TER MORRIDO POR HEMORRAGIA INTERNA; RESULTADO DE LAUDO FICARÁ PRONTO NA PRÓXIMA SEMANA

João Emanuel Pires Rita, 2 anos e 6 meses, morreu após ter sido espancado, e o suspeito é o seu padrasto. Foto: Redes Sociais/Reprodução

O Blog do Badiinho apurou, que João Emanuel Pires Rita, 2 anos e 6 meses de idade (21/03/2017), apresentava vários hematomas pelo corpo, e que a provável causa da morte é hemorragia interna, pois segundo apuramos, a criança sofreu hemorragia no pulmão, abdômen, ou seja, choque hipovolêmico – situação grave que acontece quando se perde grande quantidade de líquidos e sangue, o que faz com que o coração deixe de ser capaz de bombear o sangue necessário para todo o corpo e, consequentemente oxigênio, levando a problemas graves em vários órgãos do corpo e colocando a vida em risco.

Também apuramos, que o resultado do laudo cadavérico realizado pelo Instituto Médico Legal (IML), só ficará pronto na semana que vêm.


EM CATALÃO, PADRASTO É SUSPEITO DE ESPANCAR ATÉ A MORTE BEBÊ DE 2 ANOS DE IDADE; CRIANÇA CHEGOU A SER SOCORRIDA, MAS MORREU NA SANTA CASA

Criança chegou a ser atendido na Santa Casa de Catalão, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu na unidade hospitalar. Foto: Reprodução

Em Catalão, um rapaz de 19 anos de idade, foi preso no final da manhã desta sexta-feira (27) pelas equipes da PM 2 da Polícia Militar de Catalão, suspeito de espancar até a morte um bebê de apenas 2 anos de idade, em sua casa, no Setor Vila União.

Segundo informações, a mãe da criança, que está gestante, teria ido procurar atendimento médico no Hospital Materno Infantil, deixado a criança aos cuidados do padrasto, e quando retornou, teria encontrado o filho todo machucado. O Corpo de Bombeiros foi acionado, encaminhou a criança até o Pronto Socorro da Santa Casa, mas infelizmente a criança não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

Até o fechamento desta matéria, o rapaz de 19 anos de idade, suspeito da autoria do crime, estava sendo autuado em flagrante na Delegacia de Catalão, próximo a sede do Corpo de Bombeiros.

 

Escrito por: Badiinho Filho