• 64 99927 3817
anuncie

9 de agosto de 2019

ORGANIZAÇÃO LIBERA VENDA DE MAIS 30 MESAS PARA O SHOW DO RAÇA NEGRA; OUTRAS DUAS ATRAÇÕES AINDA SERÃO ANUNCIADAS

Explosão do Raça Negra aconteceu nos anos 90, com as canções ‘Caroline’ e É ‘Tarde Demais’. Foto: Reprodução

Os organizadores do show da Banda Raça Negra, marcado para o dia 08 de novembro, no Clube da Acefértil, anunciou nesta semana a liberação da venda de mais 30 mesas, comunicando ainda, que mais duas atrações no mesmo evento, serão anunciadas nos próximos dias.

Ingressos e mesas podem ser adquiridos nos seguintes pontos de vendas em Catalão: Disque Bebidas (Av. Raulina. F. Paschoal), Centro de Formação de Condutores Três Poderes (em frente a Matriz São Francisco de Assis), Óticas Diniz ou pelo seguinte telefone: (64) 9 9607-8737.

O evento está sendo organizado  pelo apresentador do Balanço Geral da TV Sucesso Catalão, emissora afiliada da Rede Record, Fernando Garcia e pelo empresário Flávio Pontes da CFC Três Poderes, com o apoio do empresário Hugo César Lemes da H2 Produções. 


SOBRE A BANDA RAÇA NEGRA

Foi a primeira banda de samba a tocar numa rádio FM com a música “Caroline”. Na década de 90, entrou para o Guinness Book com a canção “É tarde demais” devido a impressionante marca de mais de 600 execuções em rádios num só dia. Mas todo este sucesso teve uma pitada de ousadia: a incursão de instrumentos incomuns ao seguimento como naipes de metais. A popularização do samba nos meios de comunicação tem nome e sobrenome – Raça Negra!

A ascensão da banda para outros países veio com oitavo LP lançado também na Europa, Ásia e África, com as músicas “Preciso desse amor” (Luiz Carlos e Antônio Carlos Carvalho) e “É amor demais”(Elias Muniz e Luiz Carvalho), consagrando um dos maiores fenômenos musicais dos anos 90. Luiz Carlos sempre teve a batuta nas mãos para reger os passos do Raça Negra e é um ícone entre os nomes que surgiram posteriormente. Impossível falar em alguém que canta, toca e vive de samba que não tenha bebido da fonte dos Raça Negra.Este ano eles completam 34 anos de carreira e trazem na bagagem 12 vinis, 28 CDs e quatro DVDs e mais 36 milhões de discos vendidos.

Para comemorar esta carreira de sucessos em 2012 gravam um DVD repleto de convidados especiais: Alexandre Pires, Belo, Bruno (Sorriso Maroto), Léo Magalhães, Amado Batista a jovem e talentosa sambista Juliana Diniz, Michel Teló – este no auge do hit que ganhou o mundo: “Ai se eu te pego” –  e para completar os filhos de Luiz, Juliana e Raffa.

Já em 2014 surgiram com o projeto Gigantes do Samba unindo duas gerações: Raça Negra e Só Pra Contrariar com a formação completa inclusive, com Alexandre Pires no vocal. Mais um sucesso carimbado que ganhou o Brasil com uma turnê que percorreu todo o território nacional. No final de 2015 gravaram um CD chamado “Rei do Baile”, no trabalho a banda regravou músicas como “Pescador de ilusões” (Rappa), “De janeiro a janeiro” (Nando Reis) e “Fogo e paixão” (Wando). (Fonte: Assessoria do Raça Negra).


Escrito por: Badiinho Filho