• 64 99927 3817
anuncie

25 de julho de 2019

CERCO FECHADO PARA O TRÁFICO DE DROGAS EM CATALÃO; GENARC REVELA QUE PRISÕES E APREENSÕES DE DROGAS NOS PRIMEIROS SEIS MESES DESTE ANO, JÁ SUPERARAM O MESMO PERÍODO DE 2018

Sede do GENARC de Catalão. Foto: TV Anhanguera/Reprodução

Um balanço apresentado pelo Grupo Especial de Repressão a Narcóticos (GENARC) de Catalão, revelou que neste primeiro semestre deste ano, revela que os números de atuação contra o comércio de drogas ilícitas, foram maiores do que no mesmo período do ano passado.  As ações realizadas pelo GENARC de Catalão nos primeiros seis meses de 2019, resultaram em prisões de traficantes e apreensões de um volume expressivo de drogas.

Foto: Divulgação do GENARC/Reprodução

Somente em uma operação realizada no bairro Monsehor Souza, onde funcionava um laboratório de refino de cocaína, culminou a prisão de um rapaz de 18 anos,  e de uma mulher de 37 anos de idade. Na casa, os policiais encontram 12 kg de cocaína, além de mais 15 kg de insumos para a produção de entorpecente.

Foto: Divulgação do GENARC/Reprodução

No mês passado, o GERNAC de Catalão também fez uma grande apreensão de drogas, desta vez no bairro Jardim Paulista, setor onde foram apreendidos 100 comprimidos de Ecstasy e outros 50 micro pontos de LSD.

O GENARC de Catalão diz não ter os números de drogas apreendidas em Catalão, no 1º semestre de 2018. Mas segundo as informações reportadas pelo delegado titular do GERNAC de Catalão, Fernando Maciel, as apreensões e prisões nos seis primeiros meses de 2019, superaram 2018 no mesmo período.

Fernando Maciel, delegado responsável pelo Grupo Especial de Repressão a Narcóticos (GENARC) de Catalão. Foto: TV Anhanguera/Reprodução

“Nós realizamos aproximadamente, 18 prisões em flagrante, sendo que algumas delas, duas, três pessoas foram presas, então estamos contabilizando aproximadamente 30 pessoas presas em flagrantes, somente no primeiro semestre de 2019”, revelou Fernando Maciel, delegado titular da delegacia especializada no combate ao tráfico de drogas.

Para auxiliar esse combate ao tráfico de drogas, o GENARC de Catalão está contando com a ajuda de uma ferramenta importante, o Whatsapp, aplicativo de mensagens, o qual foi disponibilizado um número para a população poder fazer as denúncias.

“Pelo Whatsapp nós já recebemos fotos de casas que armazenavam materiais entorpecentes, localização, áudios, ou seja, é uma ferramenta que encurta e muito, o trabalho de investigação da GENARC de Catalão, e que a população tem nos confiado bastante informações, o que mostra o tanto que nós temos agido, pelo elevado número de prisões já neste primeiro semestre”, finalizou o delegado do GENARC de Catalão, Fernando Maciel, sua entrevista com o repórter Alaor Rodovalho, da TV Anhanguera.

Foto: Divulgação da PC/Reprodução


ASSISTA A REPORTAGEM ABAIXO: 

Escrito por: Badiinho Filho