• 64 99927 3817
anuncie

30 de abril de 2019

DENGUE PROVOCA SUPERLOTAÇÃO NOS PRONTOS SOCORROS DOS HOSPITAIS DE CATALÃO; PESSOAS CHEGARAM A ESPERAR 6 HORAS POR ATENDIMENTO MÉDICO NA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA, DIZ MATÉRIA DA TV

Segundo reportagem da TV Anhanguera de Catalão, pessoas chegaram a esperar 6 horas por atendimento. Foto: TV Anhanguera/Reprodução

Como já relatado aqui pelo Blog do Badiinho no início da noite de ontem, segunda-feira (29), onde abordamos a superlotação do Pronto Socorro da Santa Casa de Catalão, inclusive com registros pessoas deitadas no chão esperando atendimento médico. As justificativas a unidade, é que o problema se deu devido ao surto de dengue que a cidade vivencia, como mostrou na reportagem da TV Anhanguera levada ao nesta terça-feira (30), a qual mostra também que muitas pessoas tiveram que esperar cerca de 6h para conseguirem atendimento.

Segundo o provedor da Santa Casa de Catalão, o médico Aguinaldo Gonçalves Mesquita, a demora no atendimento se deu ao acréscimo pela procura por atendimentos na unidade, principalmente de pessoas que procuram com suspeitas de dengue, afirmando ainda, que a Santa Casa de Catalão passou recentemente por uma paralisação, a qual acarretou em grandes mudanças nos atendimentos,  mas que foram aos poucos voltando ao normal. Porém, esse retorno da paralisação coincidiu com o problema de dengue, que fez com o que o número de atendimentos realizados diariamente na Santa Casa, praticamente dobrassem, afirmando ainda, que a falta de profissionais que se interessam em prestar serviços na unidade, é uma das principais dificuldades.

Segundo Dr. Aguinaldo Mesquita, em média estão sendo atendidas todos os dias cerca de 400 pessoas, que segundo o responsável pela gestão da Santa Casa, números que dobram quando comparados com meses anteriores, ou seja, aumentou a quantidade de pessoas no Pronto Socorro, mas o quadro de profissionais manteve-se o mesmo, explicando ainda, que para ser possível dobrar o número de profissionais, é somente com aumento nos repasses de verbas. 

O provedor da Santa Casa de Catalão, Aguinaldo Mesquita, também afirmou que está negociando com a Secretaria Municipal de Saúde de Catalão, pois o problema não é somente na Santa Casa, mas também na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e demais hospitais de Catalão, que segundo ele, é por decorrência da grande divulgação da dengue. “Todo mundo têm uma dor e começa a coçar, corre para os prontos atendimentos”, arrematou Dr. Aguinaldo Mesquita, diretor da Santa Casa de Misericórdia de Catalão.

Assistam na íntegra abaixo a matéria da emissora de TV com a entrevista concedida por Dr.Aguinaldo Mesquita: 

 

Escrito por: Badiinho Filho/Fonte: TV Anhanguera