• 64 99927 3817
anuncie

8 de abril de 2019

EM NOTA ENVIADA AO BLOG, MOSAIC FERTILIZANTES DISSE QUE REQUEREU NOVO PRAZO A ANM PARA APRESENTAÇÃO DE LAUDO; EMPRESA REAFIRMOU QUE BARRAGEM NÃO APRESENTA RISCOS DE ROMPIMENTO

Foto: José Veríssimo Teodoro/Reprodução

Na manhã de hoje, segunda-feira (08/04), publicamos uma matéria a respeito da interdição da barragem de rejeitos da mineradora Mosaic Fertilizantes, a qual foi promovida pela Agência Nacional de Mineração (ANM), por decorrência da não apresentação da Declaração de Condição de Estabilidade (DCE) da barragem. 

O Blog do Badiinho foi procurado pela comunicação da empresa, que em nota disse que requereu junto à Agência Nacional de Mineração (ANM) a extensão do prazo para mencionada apresentação do laudo técnico com relação a uma barragem de Catalão (GO) até o próximo dia 30 de abril.

Na mesma nota, a empresa reafirmou que a barragem não apresenta riscos de rompimento e reiterou seu compromisso com as comunidades e regiões onde atua. Leia a nota completa abaixo: 


POSICIONAMENTO MOSAIC FERTILIZANTES 

A Mosaic Fertilizantes informa que – previamente à data limite para apresentação da Declaração de Condição de Estabilidade (DCE) – requereu junto à Agência Nacional de Mineração (ANM) a extensão do prazo para mencionada apresentação com relação a uma barragem de Catalão (GO) até o próximo dia 30 de abril.

Tal requerimento se deu em razão do estudo técnico emitido por empresa especializada, que recomendou estudos complementares para suportar uma conclusão a respeito da estabilidade da barragem. A empresa reafirma que a barragem não apresenta riscos de rompimento e reitera seu compromisso com as comunidades e regiões onde atua.