• 64 99927 3817
anuncie

1 de março de 2019

DESEMPREGO: MONTADORA DA MITSUBISHI DE CATALÃO REALIZA DEMISSÕES EM MASSA NESTA SEXTA-FEIRA (01/03); QUANTIDADE DE PESSOAS DESLIGADAS NÃO FOI INFORMADA

Montadora da Mitsubishi de Catalão voltou a realizar demissões em massa nesta sexta-feira (01/03). Foto: Pidim Jr – Jornal O Catalão/Reprodução

20, 30, 40, 50, 60, 100? na verdade ninguém sabe, e o que se sabe, é que o jacaré está com a boca aberta dentro da montadora de veículos em Catalão da marca Mitsubishi no Brasil. Nesta sexta-feira (01/03), o comentário que mais ganhou notoriedade em nossa cidade, foi em relação as demissões ocorridas dentro da empresa no dia de hoje.

Estima-se que cerca de 100 colaboradores foram desligados da empresa, porém, não se sabe ao certo a quantidade de pessoas que perderam o seu emprego nesta véspera de feriado de carnaval.

 No início da noite, o Sindicato dos Metalúrgicos de Catalão (SIMECAT), emitiu uma nota afirmando não saber o número exato de pessoas desligadas da empresa e, nessa mesma nota, os trabalhadores teriam confirmado aos sindicalistas, que as demissões têm acontecido com frequência na Mitsubishi.

Para os sindicalistas, as demissões tem a ver com as novas políticas de incentivo fiscal do novo Governo do Estado, afirmando eles, que nada foi resolvido após a visita do Governador Ronaldo Caiado na montadora de veículos, ocorrido no dia 07 de fevereiro.

A nota SIMECAT lembra ainda que após o vigor da Reforma Trabalhista, em novembro de 2017, a empresa não tem obrigação de discutir e comunicar o Sindicato sobre demissões de colaboradores, o que dificulta ainda mais o acesso às informações.

Os sindicalistas ainda afirmaram que há dias tenta diálogo com a montadora, porém, sem sucesso, e ameaçam realizar protestos na cidade, caso as demissões continuem.  Leia abaixo a nota completa do SIMECAT: 

NOTA OFICIAL DO SIMECAT SOBRE DESLIGAMENTOS NA MITSUBISHI

Sexta-feira (01/03/2019)– 18 horas

O Sindicato dos Metalúrgicos de Catalão (SIMECAT) esclarece que não tem conhecimento preciso de quantas demissões foram realizadas hoje (1), porém, os trabalhadores da fábrica confirmam que as demissões têm sido constantes na Mitsubishi.

O Sindicato, desde então, tem tentado contato com a montadora, mas sem sucesso até o momento. Inclusive, na última quarta-feira (27), o Sindicato realizou assembleia em solidariedade aos trabalhadores da Ford que estão com os empregos ameaçados e também relembrou que Catalão também vem perdendo seus postos de trabalho diariamente e de forma arbitrária.

O SIMECAT lembra ainda que após o vigor da Reforma Trabalhista, em novembro de 2017, a empresa não tem obrigação de discutir e comunicar o Sindicato sobre demissões de colaboradores, o que dificulta ainda mais o acesso às informações.

Mesmo não tendo um posicionamento oficial da montadora, o SIMECAT acredita que as demissões têm a ver com a questão dos incentivos fiscais praticados no Estado, que foram alterados pelo atual Governo. Temos informações de que o problema não foi resolvido, mesmo após a visita do Governador Caiado na fábrica.

O SIMECAT repudia a falta de pronunciamento da montadora. Caso a empresa insista em continuar demitindo arbitrariamente e sem dialogar com o Sindicato e os trabalhadores, o Sindicato realizará algum movimento de protesto.