• 64 99927 3817
anuncie

12 de janeiro de 2019

PROFESSORES DA REDE ESTADUAL DE ENSINO REALIZARAM ATO DE MANIFESTO EM CATALÃO

Manifestação aconteceu no final da tarde de ontem, sexta-feira (11/01). Foto: TV Anhanguera/Reprodução

A manifestação que contou com pouco mais de 20 professores, teve início por volta das 16h30, da tarde de ontem, sexta-feira (11), onde eles manifestaram por pouco mais de uma hora e meia, seus descontentamentos com o atraso dos salários do mês de dezembro de 2018. 

Em outras cidades de Goiás, também houve protestos, como em Anápolis e em Goiânia, capital de Goiás.

“O atual governo, cogitou a possibilidade de parcelar os nossos salários de dezembro, e a gente entende que somos trabalhadores e temos que receber os nossos salários conforme trabalhado. As propostas são as mais absurdas possíveis, a gente entende que se trabalhou, são obrigados a fazer o nosso pagamento. Nós temos obrigações a cumprir, somos trabalhadores e temos o direito de receber os nossos salários, disse, o professor Alessandro Ferreira, que participava do manifesto.

“O comercio, a prestação da casa, carro, as nossas obrigações não vão esperar porque o governo não se organizou para poder fazer o nosso pagamento”, completou, Alessandro.

Segurando cartazes com frases e dizeres, os professores se manifestaram em defesa da classe. “O professor é o formador de outras profissões, e partindo do pressuposto de respeito ao professor, você está respeitando a sociedade de um modo geral. Se não fosse o professor a gente não teríamos outras profissões, então a base de tudo, e nós merecemos respeito, e nesse momento nós não estamos tendo esse respeito”, disse Vaneza Aparecida de Cubas, uma das educadores que participava do evento.

Assista a Anhanguera de Catalão, emissora afiliada da Rede Globo:

O Blog do Badiinho também entrou em contato com a comunicação da Secretaria de Educação, Cultura e Esporte de Goiás (SEDUCE), que enviou a seguinte nota:


Nota Resposta

 A Secretaria de Educação, Cultura e Esporte de Goiás (Seduce), a respeito da manifestação realizada na sede da Secretaria, nesta manhã, esclarece que o grupo de manifestantes foi recebido pela chefe de gabinete, Helena Bezerra.

Foi informado aos manifestantes que, neste mesmo horário, a secretária de Educação de Goiás, Fátima Gavioli, estava em reunião com as áreas de Planejamento e Finanças do governo estadual, para tratar de assuntos da educação.

A Seduce informa também que, em nome dos trabalhadores da Educação, recebeu do grupo um documento que, entre outras reivindicações, pede o pagamento dos salários do mês de dezembro de 2018.

A Seduce reafirma que reconhece a legitimidade das manifestações e reitera o diálogo como a forma essencial para o êxito no enfrentamento dos desafios da gestão da Educação pública.

Ressalta ainda que o governador Ronaldo Caiado está trabalhando incansavelmente para resolver os problemas financeiros do Estado. Ele e sua equipe econômica estão empenhados em apresentar as soluções para o funcionalismo público o mais breve possível.

Goiânia, 11 de janeiro de 2019.

Comunicação Setorial da Seduce

 

Escrito por: Badiinho Filho