• 64 99927 3817
anuncie

28 de setembro de 2018

Após notícia polêmica da venda de cestas básicas, prefeito e secretário afastam servidor suspeito de ter cometido o crime

A sessão parlamentar extraordinária que estava prevista para ser realizada na tarde de ontem, quinta-feira (27), não podê ser realizada por falta de quórum com a ausências de alguns dos 17 vereadores. Mas o que movimentou as redes sociais de internautas catalanos, foi um vídeo gravado pelos vereadores Professor Sousa Filho (PSD) e Paulo Moreira do Valer (DEM), no qual o vereador Paulinho fez acusações de que um servidor da Secretaria de Ação Social, órgão da  Prefeitura de Catalão, estaria vendendo cestas básicas, as quais seriam destinadas a doações a diversas famílias do município de Catalão. 

Logo após a publicação do vídeo, o caso ganhou as redes sociais, com posts falando do assunto polêmico nas páginas do Facebook e Whatsapp.


Reação da Prefeitura de Catalão 

Assim que o Prefeito de Catalão em exercício, Dr. João Sebba (MDB) tomou conhecimento do fato, solicitou da Secretaria de Comunicação do munícipio confeccionasse uma nota, informando que o servidor teria sido afastado de suas funções, até que o caso fosse apurado.

A nota diz que o servidor público, ocupante de cargo comissionado, estaria se apossando de cestas básicas pertencentes ao município sem o conhecimento de seus superiores.

A decisão de afastar o servidor de suas funções até a apuração dos fatos, foi anunciada depois de uma reunião realizada entre o prefeito João Sebba e o Secretário de Administração, Nelson Martins Fayad, após terem sido surpreendidos com a propagação da notícia nas redes sociais.


Leiam a nota na íntegra:

Escrito por: Badiinho Filho