Blog do Badiinho

Pular para o conteúdo

Trump e Kim Jong-Un se reúnem em Singapura


Uma cena inimaginável há poucos meses aconteceu às 22h04min de ontem, segunda-feira – 9h04 de terça na Ásia. O presidente norte-americano Donald Trump e o ditador norte-coreano Kim Jong-Un trocaram apertos de mãos e partiram para uma série de reuniões. O encontro histórico ocorreu na ilha de Sentosa, em Singapura.

 

Frente à frente, ambos trocaram aperto de mão duradouro e de forma amistosa antes de posarem para fotos dos jornalistas presentes. Em seguida, se dirigiram a uma sala para uma reunião. Antes de entrar no local, trocaram um novo aperto de mãos, novamente amistoso, quando já estavam acompanhados de seus respectivos intérpretes.

Tão logo chegaram à sala, ambos improvisaram algumas palavras antes da saída dos repórteres. “Foi difícil chegar até aqui”, comentou Kim Jong-Un. Passados os cumprimentos, a pauta do encontro fechado à imprensa girou em torno da desnuclearização da península coreana e na assinatura de um documento de compromissos. 

 

“Trabalhar juntos”

O primeiro contato entre os dois, que estavam acompanhados apenas de intérpretes, durou aproximadamente 45 minutos. Eles foram, depois disso, para uma sacada do hotel onde ocorre o encontro e acenaram à imprensa. Em seguida, partiram para a segunda reunião, com mais assessores de ambos os líderes. “Vamos trabalhar jutnos, vamos cuidar disso. É uma grande honra, muito obrigado”, afirmou Trump, antes de mais um aperto de mãos com o norte-coreano.

Escrito por: Reprodução/Correio do Povo 

Fotos: Reprodução 

Compartilhar com amigos